[Crônicas] · [Juliana Skwara] · [PHPoemaDay]

[#PHPoemADay] 2. A memória

Em meios a provas, trollagens da internet e uma semana pra lá de louca, nada melhor do que dar um tempo e falar sobre cultura pop. Me aproveitando do tema do segundo dia do desafio PH Poem a Day, separei algumas músicas e livros que me remetem memórias. O mais curioso é que todas elas fizeram parte de vários momentos da minha vida.

1. Dom Casmurro (Machado de Assis) – O livro conta a história de Bento  Santiago e narra toda a trajetória dele, desde a adolescência até a velhice.  O próprio personagem diz que deseja escrever um livro de memórias,  que segundo palavras dele:  “O meu fim evidente era atar as duas pontas  da vida, e restaurar na velhice a adolescência.”  Esse livro é um dos meus preferidos e Capitu é uma das personagens mais fantásticas já criadas. Capitu é um enigma intrigante, rouba a cena, ofuscando Bentinho sempre que aparece.  Cada vez que leio tenho uma percepção diferente, isso faz com que mesmo sendo escrito há tempos, Dom Casmurro seja uma história atual. Isso também vale para o seriado, que foi adaptado pra TV por Luiz Fernando Carvalho e é muito fiel ao livro.

2 – Memórias (Pitty) – Pitty é uma das minhas cantoras favoritas e o CD Anacrônico é um disco que representa muito a minha adolescência. E tanto a música quanto o clip, me remetem a vários sentimentos e histórias. Uma coisa que adoro em Pitty é que seus clipes sempre tem uma história, um pano de fundo para abordar. E no caso de memórias, isso casou muito bem. Afinal, memórias são histórias, lembranças, situações ou pessoas que guardamos dentro de cada um de nós e algumas fazemos questão de esquecer ou esconder, como fantasmas. Mas de vez em quando, elas aparecem para nos assombrar como o clip aborda.
 3 –   A Breve segunda vida de Bree Tanner (Stephenie Meyer) – Todo mundo que leu  algum livro da Saga Crepúsculo sabe que a Stephenie Meyer se apegou tanto a  personagem Bree Tanner (personagem que aparece em Eclipse) que escreveu um Spin –  Off só para ela. O livro conta a história de Bree antes de se tornar vampira até  “conhecer” o clã dos Cullen.  Na época, não dava nada pelo livro,  até ler. Eu amei o  livro, ele é bem mais inserido no universo dos vampiros do que os outros livros.  Bree é  uma personagem cativante e vítima que rouba a cena fácil dos outros vampiros. Eu  fiquei muito revoltada com o fim que a Stephenie deu a personagem.  Você deve estar se  perguntando: Juliana gosta de Crepúsculo? Sim, não tenho nenhuma vergonha em  dizer. Até mesmo, porque se hoje sou uma leitora veroz e escritora é graças a  Crepúsculo e diversos outros livros.

 
4 – Memories (David Guetta feat. Kid Cuti) – Desde pirralha, sou fascinada pelas músicas do David Guetta. E apesar das canções dele serem consideradas “música para balada” e não ser a maior baladeira do pedaço, as músicas de Guetta me encantam e fizeram parte da minha adolescência. Memories é uma música/ clip super alto astral e que passa uma energia muito boa. É exatamente assim como me sinto ouvindo. Com os braços pro alto e cantando o refrão feito doida. O clip me remete a muitas memórias legais, engraçadas e inesquecíveis. É, eu tenho muitas histórias para contar. David Guetta fez parte das minhas aventuras quando adolescente e isso é uma coisa que não se esquece. (Ê, nostalgia). 

E vocês, quais são as músicas, livros, séries e bandas que fazem parte das suas memórias?

 

 

 

Anúncios

2 comentários em “[#PHPoemADay] 2. A memória

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s