Com amor, para Adam Sandler

Caro leitor, talvez você não saiba, mas sou muito fã do Adam Sandler. Na verdade, ouso dizer que ele é um dos meus atores preferidos de todos os tempos. Pode ser que a grande maioria discorde de mim, mas tem um brilhantismo nesse ator que me faz admirar os seus trabalhos, por mais patetas que alguns sejam. Adoro seus personagens losers, deslocados ou atrapalhados. O que torna uma comédia atraente é justamente por ser familiarizada com a realidade. E quanto de nós, somos assim? Por favor, né? E claro, também tem o fator “ele estrelou dois filmes que amo: Afinado no amor e o clássico Click. Passei grande parte da minha infância nos anos 90 assistindo e crescendo com os seus filmes. Adam me remete a uma parte maravilhosa da minha vida na qual a minha maior preocupação era ser tesoureira do fã clube das Spice Girls.

Pois então, na semana passada, fui ao cinema com o meu namorado assistir “Trocando os pés”, o mais novo filme do Adam. Eu já tinha lido uma entrevista do Sandler (só para os íntimos) em que comentava que “Trocando os pés” era um filme um pouco diferente dos outros que atuou. No qual pode exercer um pouco o lado dramático, o que não é muito comum nas tramas que participa.

Apesar do Djan – também conhecido como o meu namorado – não ter curtido e achado a trama “muito previsível”, eu amei! Trocando os pés não é o melhor filme do Adam, não tem o melhor roteiro e nem entrou para o meu top de filmes favoritos, MAS a história e as peripécias dos personagens me fizeram perder as horas, ter uma noite agradável e ser conquistada pelo enredo.

O filme conta a história de Max, um homem comum que herdou o ofício de sapateiro de seu pai e leva uma vida sem atrativos e poucas alterações. Tem uma mãe que já está muito velhinha e seu único amigo é o seu vizinho de trabalho, o barbeiro Jimmy. Até que um dia em que tudo dá errado, ele descobre uma máquina muito velha e escondida no subsolo do trabalho que pode salvar a entrega dos sapatos. Ele só não contava que ao colocar o sapato dos clientes, ficasse com a forma física do dono. A partir daí, são várias situações engraçadas e cômicas. Pausa para dizer que adoro quando comédias flertam com fantasia ❤

Apesar de encontrar um Adam Sandler mais velho e sério (pois é, a idade chega pra todo mundo), o filme é divertido e leve. O personagem Max se mete nas situações mais engraçadas e típicas de comédias americanas. E como não podia deixar de ser, o filme conta com a presença de alguns atores sensacionais como Dustin Hoffman e Steve Buscemi, que também atuou em O paizão. Se você também acompanha os filmes do Adam, vai perceber que ele costuma trabalhar com os mesmos atores. O Rob Schneider é um exemplo de ator que de vez em quando surge nos filmes de Sandler. Para quem não sabe, além de atuar, Adam também produz os seus próprios filmes e segundo o Adoro Cinema, a ideia para “Trocando os pés” surgiu de uma expressão, espécie de ditado que existe nos EUA que diz que “Você não conhece um homem de verdade até caminhar um quilômetro com os sapatos dele”. Ele também se inspirou no sapateiro perto de sua casa quando era criança.

No fim das contas, a história passa uma mensagem muito bonita, que é importante não desistir dos sonhos e nem perder a fé. E nem ter pena de si próprio e se desvalorizar como Max fazia diversas vezes em que era testado. Sim, isso é pra lá de clichê, mas vamos confessar que é uma delícia né?

Só sei que no final, Adam me fez sentir com sete anos novamente, na sala de estar da minha casa em um verão muito quente, cujo maior sonho era ser tão cool como a Drew Barrymore quando crescer.

Valeu Adam! Estava com saudade ❤

Anúncios

3 comentários sobre “Com amor, para Adam Sandler

  1. Olha somos duas que gosta então do ator, porque eu simplesmente admiro os filmes que ele atua. Ele além de ser bastante divertido é ao mesmo tempo muito esperto em algumas situações que ele passa. Eu acho muito bacana você fazer uma postagem sobre ele, porque não vejo em muitos blogs os blogueiros fazendo isso sabe? Tendo admiração por ator. Eu só vejo por autores de livros hahaahha…Mas eu achei criativo sua postagem e saiba que somos duas fans dele, porque eu acho os filmes dele MARAVILHOSOS. E gosto também sabe de quem? Da Jennifer que faz ESPOSA DE MENTIRINHA com ele acho….esqueci o nome dela todo. Mas acho que é esse. Ela também é uma ótima atriz e bastante engraçada hehehehehe’

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/06/resenha-spirit-animals-lacos-de-sangue.html

  2. Oi Ju,
    Adam não é meu ator favorito, mas, definitivamente alguns de seus filmes marcaram a minha vida. Click é o meu segundo filme favorito (só perdendo, claro, pra Efeito Borboleta <3) e ele me faz chorar sempre, sempre que assisto! Os filmes com a Drew então … aawwn são a coisa mais linda do mundo, shippo eles eternamente! HAHAHA' Não sou muito fã de comédias e talvez por isso ele não seja a minha escolha de ator, mas não posso negar, ele sabe o que faz e ama o que faz. Daí, o resultado não pode ser melhor! Ainda não assisti o filme, Ju, mas vi o trailer no cinema e ri muito quando ele se transforma no 'morto' kkkkkk

    Beijo,
    Mari Siqueira
    http://loveloversblog.blogspot.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s