Como tudo começou

Já sentiu uma vontade ardente de mudar? Já sentiu que não era mais a mesma? Bem, me senti assim várias vezes. E desde o ano passado, venho passando por uma mudança que vem me transformando a cada dia mais.

Não sei muito bem como isso aconteceu, mas em um momento da minha vida senti a necessidade de mudar algumas coisas. Senti vontade de cuidar mais do meu lado espiritual. Se eu cuidava da minha saúde, do meu profissional, por que não do espiritual?

Sempre fui muito interessada em religiões, sempre acreditei em Deus e durante um bom tempo frequentei a igreja católica e cheguei a frequentar a igreja evangélica também. Só que eu nunca me identifiquei com nenhuma religião, apesar de acreditar em Deus e ter várias experiências transformadoras no decorrer da minha vida. Não via a resposta dentro de uma igreja. (Deixo claro que não tenho nada contra quem segue alguma religião). Até que um dia tudo mudou.

Fazia um tempo que tinha guardado alguns livros aqui que falavam sobre religião, Deus, comportamento, energia, autoajuda e meditação. Sempre tive um preconceito enorme com esse tipo de literatura, mas alguma coisa – talvez a curiosidade – tenha me estimulado a seguir em frente. E que bom que eu segui.

Fui me envolvendo aos poucos, porém de forma intensa. Não sou a pessoa mais resolvida ou melhor pra falar sobre isso, mas eu sinto que encontrei o meu caminho. Eu sinto que faço parte da meditação, cada vez que leio e escrevo sobre essas coisas, sinto uma força muito grande de mim. Sinto que isso faz parte de mim. A sensação que sempre esperei  encontrar: identificação, de paz, de amor, encontrei lá ❤ Sempre acreditando em Deus, nos anjos, nos santos. Podem ser diferentes religiões, mas Deus é o mesmo em todos os lugares. O Deus de amor. Alguns podem me ver como pagã, mas eu me domino como mística. É nisso que acredito, que persevero, que me inspira a ser uma pessoa a cada dia melhor.

Faz um ano desde que decidi levar um caminho diferente na minha vida e eu só aprendo a cada dia mais. Não é sempre fácil e nem sempre ruim, mas hoje entendo que se estou passando por tudo isso é um desejo de Deus. Aprendi a aceitar mais a minha realidade, respeitar e também lutar para mudá-la (quando não estou satisfeita com ela). Faz um ano que não consigo mais usar roupa preta, um ano que passei a levar uma vida ainda mais saudável do que já era. Um ano que aprendi que redes sociais não são nada demais e que preciso a cada dia mais usar menos e de forma sábia. Um ano que passei a amar autoajuda, um ano que aprendi que Paulo Coelho é um autor incrível e que descobri que amo ler sobre comportamento. Um ano que passei a meditar e ser tocada para escrever sobre levar uma vida melhor, comportamento e experiências. Um ano que tento não julgar tanto o outro e nem falar mal dele. Um ano desde que decidi não focar nas bads da vida, um ano que vivo desviando de brigas e confrontos. Um ano que aprendi que se calar é sim a melhor resposta. Que quando se é confrontado ou quando te lançam uma indireta, é melhor ficar calado ao invés de brigar ou devolver na mesma coisa. Um ano que acredito a cada dia mais em Deus, um ano que aprendi a amar mais, aceitar e respeitar o meu próximo. Um ano que aprendi que coisas ou situações ruins podem acontecer, mas sempre antecedem os bons momentos e que eles são maiores e mais importantes que os ruins. Um ano que passei a apreciar ainda mais o pôr do sol e poder contemplar isso, enchem os meus olhos de lágrimas de emoção e alegria todas as vezes quando me deparo com essa cena digna de pintura (entenderam porque tenho tantas fotos nessa hora da tarde?). Um ano que me vejo procurando coisas alegres, roupas coloridas e acreditando nos meus sonhos. Um ano que aprendi que se eu seguir os passos de Jesus, vou ter que compreender que não vai ser fácil. Se Jesus foi perseguido, por que nós simples mortais não vamos? A perfeição não existe. Um ano que aprendi a ser mais grata, agradecer mais, me amar mais e amar mais o outro. Faz um ano e eu ainda aprendo todas essas coisas, todos os dias.

Faz um ano que estou para postar esse texto, mas o medo, o receio e muitos outros sentimentos me impediam. Infelizmente a internet moldou a ideia de que se expor era uma ideia ruim, quando nem sempre é assim. Quando se trata de coisas boas, devemos compartilhar sim! Evitei durante muito tempo postar sobre isso, mas sempre senti que precisava passar essa passagem adiante. E espero que isso possa te ajudar, melhorar o seu dia ❤ Quem sabe torná-lo mais colorido?

Minha mudança aconteceu no Outono, por isso tenho uma ligação tão emocional com esse mês e essa estação. Eu li em algum lugar, que estamos na era de áries, um momento que colhemos os nossos frutos, que são o nosso karma. Ou seja, se você fez coisas boas, vai colher coisas boas. Quando li aquilo fez todo o sentido do mundo. Eu sinto a cada dia mais que o meu caminho é esse. É onde eu quero seguir. Onde eu quero estar. Observando o pôr do sol, agradecendo a Deus por poder vivenciar essa jornada incrível que é a vida. No final das contas é tudo sobre o amor. Sempre o amor ❤

P.s: peço que por favor, respeitem o meu caminho, a minha decisão. Desejo que me enviem muito amor. Esse texto foi feito com muito amor e carinho para todos vocês ❤

topo2.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s