Galera Record, Infantojuvenil, Literatura, Livros, Mistério, Sobrenatural, Young Adult

Os Primeiros Dias (Vampiros em Nova York #01): Scott Westerfeld

Após passar uma noite com uma misteriosa mulher, Cal Thompson é infectado por um parasita. Mas ele se torna apenas um portador do vírus. Ganha visão noturna, olfato aguçado, força e agilidade, mas fica livre de se tornar um peep – criatura terrível mais conhecida como vampiro.

 

Baixar-Os-Primeiros-Dias-Scott-Westerfeld-em-Pdf-ePub-e-Mobi-ou-ler-online-370x555Já fazia um bom tempo que queria falar de algum livro desse autor que roubou o meu coração em um verão no mês de Janeiro. Scott Westerfeld é um dos meus autores favoritos e aposto que um dos mais brilhantes que existem. Conheci a série Vampiros em Nova York na época em que Crepúsculo estava invadindo as livrarias, os cinemas e a cultura pop, em uma matéria no jornal que recomendava livros no mesmo estilo. Só que ninguém contou que Vampiros em Nova York é completamente diferente de Crepúsculo e de tudo que algum dia foi criado sobre vampiros.

Em Os primeiros dias (Vampiros em Nova York #01), publicado pela Galera Record, temos a história de Cal Thompson, um jovem de 19 anos, que obstinado a estudar Biologia, decide se mudar do Texas para Nova York para enfim poder realizar o seu grande sonho. Só que o garoto não esperava que uma ida ao bar e o flerte com uma morena misteriosa e gótica em seu primeiro dia na cidade grande, pudesse colocar sua vida de pernas para o ar. Naquela noite, após perder a virgindade com Morgan, a tal mulher misteriosa, ele descobre ter sido contaminado e agora é um peep, mais conhecido como vampiro.

Peeps são vampiros. Peep é uma abreviação para parasita positivo, o parasita é o responsável por passar o vírus para outra pessoa, através de relações/ contato sexual. Porém ao contrair o vírus, o personagem não desenvolve os aspectos negativos que podem consumi-lo a ponto de fazer ele se esquecer de quem é. Cal é um parasita positivo, ou seja, seu parasita está controlado. Ele é uma das poucas pessoas que não sofrem com os sintomas pesados e possui uma certa proteção contra os efeitos negativos do parasita. Por conta disso, ele entra para a Patrulha Noturna, uma espécie de organização secreta que caça peeps descontrolados para tratá-los a fim de conseguirem ressocializá-los na sociedade.

Essa organização não só controla os peeps, mas também tenta proteger as outras pessoas deles e evitar uma possível epidemia. O problema é que o vírus parece estar se alastrando e pra isso, precisam descobrir a sua origem, quem os contaminou e para quem passou. Mas Cal não se lembra de nada da garota que fez isso com ele, apenas que desapareceu depois daquela noite e que ela se chama Morgan.

Cal então decide começar uma busca, passa a procurá-la e no meio do caminho acaba esbarrando com vários casos, circunstâncias e mistérios que fazem o personagem entender que a situação é bem mais grave do que imagina, e que algo precisa ser feito o quanto antes. No meio dessa confusão, o personagem conhece Lace, uma garota sarcástica, inteligente e única que conhece de forma inesperada e que não esperava se envolver. Os dois são incríveis juntos e possuem uma química sinistra, mas como nem tudo podia ser perfeito, ele sabe que não pode se envolver demais por conta da sua condição já que não pode transmitir o vírus para ela. Os dois juntos correm atrás de possíveis pistas que possam decifrar esses enigmas e chegar ao ponto de partida, a origem do vírus, de tudo.

Vampiros em Nova York é simplesmente fantástico! Mais uma vez, Scott acertou em cheio em uma trama misteriosa com personagens cativantes. Uma coisa comum em suas histórias é que há sempre muita comédia, apesar de todo suspense e sobrenatural. O autor sabe equilibrar bem as coisas, de forma que o livro tem uma leitura fluída e muito devorável. Uma das características que mais amo nas tramas do Scott é que ele consegue desenvolver tão bem os personagens de uma forma tão crível que conseguimos sentir e captá-los como se fossem velhos amigos nossos. O livro é narrado em primeira pessoa, o que nos aproxima do personagem e por ele estudar biologia, nos fornece informações mais específicas sobre o vírus, mas ainda assim, de forma bem didática, de modo que a leitura não se torna chata.

Os primeiros dias se tornou um dos meus livros favoritos da vida! Lembro que li em uma das minhas férias da faculdade e do trabalho, em uma madrugada de verão que não conseguia dormir por causa do calor, mas em compensação minhas noites foram preenchidas por vampiros, suspense e muita diversão.

O livro possui uma segunda e última continuação que não é tão incrível quanto essa, mas ainda assim é muito boa. Não é narrado pelo Cal, mas podemos matar saudades do personagem que aparece por lá. Outro dia retorno com uma postagem sobre Os últimos Dias (Vampiros em Nova York #2). Enfim, o livro é simplesmente fantástico, uma dica perfeita para quem procura um yound adult sobrenatural, com sacadas interessantes e personagens mordazes. O Scott é super acessível nas redes sociais, inclusive no twitter onde já me respondeu algumas vezes ❤ Se você busca livros com vampiros, mas com uma temática diferente, essa é a oportunidade perfeita!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s