A casa do penhasco – Agatha Christie

"Adoro esses pequenos fatos curiosos. Dizem muita coisa. Eles nos mostram caminhos". A primeira vez que li Agatha Christie, tinha apenas 13 anos e foi amor à primeira vista. Já contei a minha experiência aqui no blog com os livros da escritora e é necessário dizer que sou super fangirl de suas obras. Agatha Christie tem o … Continue lendo A casa do penhasco – Agatha Christie

Anúncios

O estranho mundo de Zofia e outras histórias (Kelly Link)

Já fazia muito tempo que queria falar de um dos meus livros favoritos da vida para vocês. Li O estranho mundo de Zofia e outras histórias da Kelly Link, publicado pela Editora Leya há alguns anos e ele é incrível por 1.234.234 de motivos. Lembro que não consegui tirar os olhos dele desde a primeira … Continue lendo O estranho mundo de Zofia e outras histórias (Kelly Link)

Halloween em noite de lua cheia (A hora do Arrepio) – R. L. Stine

 Tristan acha seu novo professor, Sr. Delua, muito estranho.E está prestes a descobrir o quanto estranho ele é ao ser convidado a participar da sua festa de Haloween... onde todas as portas e janelas são trancadas com barras de ferro... E uivos de lobisomem ecoam por toda a casa! Olá, sentiram a minha falta? Depois … Continue lendo Halloween em noite de lua cheia (A hora do Arrepio) – R. L. Stine

Diário de uma Escritora Outsider: #Dia2 Ritual para escrever terror

Eu prometi vários posts para semana passada e falhei miseravelmente. Vocês já devem estar cansados das minhas promessas, né? Mas por favor, não desistam de mim! Caso vocês não saibam, sou aluna de Letras da UFRJ e isso quer dizer que fiquei quase quatro meses parada por causa da greve e o período equivalente ao … Continue lendo Diário de uma Escritora Outsider: #Dia2 Ritual para escrever terror

Alô 2016

Sim, eu sei que ando sumida. Mas em minha defesa informo que esse final de ano foi bem intenso: retorno as aulas da faculdade - já que a greve de três meses no meio do ano ferrou tudo - Natal, ano novo, família, aniversário do Djan e vida real, porque a gente vive, né? Não me … Continue lendo Alô 2016