Fantasmas · Halloween · Livros · Maya Fox (A Predestinada) · Maya Fox - A predestinada (Silvia Brena e Iginio Strafii) · Maya Fox - A predestinada (Silvia Brena e Iginio Strafii) {Mês Especial do Halloween} · Maya Fox - O quadrado mágico · Mês Especial do Halloween · Planeta Jovem · Silvia Brena e Iginio Strafii · [Rock]

Maya Fox – A predestinada (Silvia Brena e Iginio Strafii) {Mês Especial do Halloween}

Escrito por Silvia Brena e Iginio Straffi e publicado pela Planeta Jovem, Maya Fox – A predestinada narra a história de Maya Fox, uma adolescente rebelde que tem problemas com a mãe e consegue se comunicar com os mortos. Só que as coisas nem sempre foram assim. A adolescente já foi feliz, tinha a família perfeita, mas depois que seu pai foi assassinado, tudo mudou. Por conta do seu dom de falar com os mortos, Maya é a única que pode desvendar a profecia que prevê o fim do mundo em 2012 e deve usar o seu poder para salvar o mundo.

Já falei um pouco sobre esse livro em outro post. Quando comecei a ler a história, não dava nada muito por ele, mas quando dei por mim, não conseguia parar. O livro é voltado para o público adolescente. A história da Maya Fox tem uma combinação de mistério, sobrenatural e suspense em doses bem altas e combinadas. E é perfeito! A narrativa é fluída, o livro é bem escrito, consegue prender o leitor e fazê-lo mergulhar na leitura para tentar desvendar os enigmas da trama. Outro ponto positivo é que o livro retrata um stalker psicopata que vem assassinando várias garotas em busca da “perfeição” e persegue Maya. E ainda tem a proximidade com o fim do mundo. Quer coisa melhor?

Enquanto pesquisava sobre esse livro, descobri que muitos leitores odiaram. A maioria questionou o comportamento da protagonista Maya, dizendo que ela era mimada e infantil. Sim, é verdade. Mas vamos enxergar por outro ângulo? A personagem era muito próxima do pai e quando ele morreu, além dela ser muito nova, foi um grande choque. No meio disso tudo, a garota descobre que consegue falar com os mortos. Sua mãe que é uma delegada, não a leva tão a sério e a trata como criança, o que faz com que as duas se afastem. Maya encontra consolo no “rock”, virando uma adolescente gótica e retraída. Sou eu agora que pergunto: vocês nunca se rebelaram na adolescência? Nunca tiveram a sensação de que ninguém os compreendia? Se vocês já tiveram 16 anos alguma vez na vida, aposto que se sentiram assim em algum momento. E bem, o livro foca NESSE MOMENTO. Outra coisa que chamou a minha atenção é que Maya não é uma das garotas mais populares, ela é a rebelde, se veste de preto e escuta The Smiths (a minha banda favorita de todos os tempos), mas nem por isso deixa de ter amigos. O desenvolvimento dos personagens foge um pouco daquele lugar comum e clichê que encontramos em histórias adolescentes. Maya tem a sua própria turma e ainda por cima pratica artes marciais. O livro aliás, tem várias referências a músicas, principalmente ao rock.

Achei o livro bem estruturado, apesar de ser uma trilogia (até onde sei só tem o segundo livro lançado por aqui, “Maya Fox – O quadrado mágico” que pretendo ler em breve), a história tem início, meio e fim. Ou seja, há uma situação que é explorada. Também há espaço para o romance, no qual os autores souberam colocar sem ficar meloso. Só achei que para um livro voltado para o público adolescente, algumas cenas são quentes demais para a faixa etária. O livro possui sim alguns problemas na narrativa, mas confesso que já li piores por aí. Também encontrei vários erros de revisão. Apesar disso, Maya fox – A predestinada tem a combinação de todos os elementos que mais amo em um livro. Não me arrependi de ter lido e pode até não ser o livro mais perfeito do mundo (talvez se ele não fosse uma trilogia ou duologia, daria mais certo. A história seria perfeita se fosse estruturada em um livro único ou HQ), indico sem pensar duas vezes. É uma ótima pedida para quem procura uma leitura despretensiosa, sobrenatural com direito a fantasmas e serial killers. Acredito que antes de julgar um livro, devemos ler e abrir a mente para ele. Maya Fox é especial de diversas formas e tem espaço para muita coisa: perseguições, amor, mistérios e o sobrenatural. E mais do que isso, é também uma história de como o amor pode sobreviver a diversidades da vida, até mesmo da morte.

Espero que estejam curtindo o nosso Mês Especial de Halloween. Estou me divertindo bastante e adorando poder compartilhar livros, séries e filmes com vocês! Agora quero saber o que andam lendo e assistindo. Compartilhem comigo ❤

P.s: Essa resenha foi postado em um antigo blog que eu tinha, mas achei bacana compartilhar aqui, já que se trata de uma história sombria com fantasmas e fim do mundo que tem tudo a ver com o Halloween.

Muitos sonhos assombrados,

Ju

Anúncios
6 livros darks para ler · A canção do súcubo · A pata do macaco · Apocalipse · Beautiful Creatures · Charlaine Harris · Contos de Terror · Dark · Dezesseis Luas · Editora Essência · Editora Prestígio · Editora Record · Finalmente Famosa · Formaturas Infernais · Iginio Strafii · Kami Garcia · Kim Harisson · Lauren Myracle · Margaret Stohl · Maya Fox (A Predestinada) · Mayra Dias Gomes · Michele Jaffe · Morto até o anoitecer · Resenhas · Richelle Mead · Serial Killer · Silvia Brena · Sookie Stackhouse · Southern Vampire Mysteries · Stephenie Meyer · Tags · True Blood · TV · W. W. Jacobs · [Filmes] · [Literatura] · [Livros] · [Meg Cabot] · [Séries] · [Terror] · [Top]

6 livros darks para ler

Olá pessoas, tudo bem? Olha só quem apareceu aqui mais de uma vez no mês. Pelo visto temos um milagre, não é mesmo? Isso se deve a saudade que estava de postar e compartilhar minhas paixões por aqui. Apesar da correria, os mil cursos que estou fazendo e o trabalho que não para nunca (graças a Deus), consegui voltar com o site e  tem muita coisa legal vindo por aí ❤

Foi então que tive a ideia de falar sobre 6 livros darks que eu amo, sou muito fã e que só acho que quem curte esse tipo de literatura não pode perder. Preparados? Então vamos para o nosso top 6!

Morto até o anoitecer (Southern Vampire Mysteries #1/ Sookie Stackhouse #1) Charlaine Harris: É o primeiro livro da saga de livros que inspirou a série de tv True Blood. Eu sou muito fã de TB e quando descobri sobre os livros, surtei e fui correndo ler. Para a minha surpresa, os livros são mil vezes mais incríveis que a série. A narrativa de Charlaine é muito fluída, gostosa e dark. Os livros têm poucas diferenças em relação a série, acredito que a partir do segundo volume, as diferenças entre livro x série se tornam mais drásticas, mas ainda assim vale a pena ler, devorar e enaltecer essa obra prima do sobrenatural. Assim como na TV, a série de livros narra a vida de Sookie e a pacata cidade em que vive, após a chegada de Bill Compton, um vampiro muito misterioso. Como todo mundo sabe, a existência de vampiros é conhecida por todos, graças a bebida True Blood que permitiu a convivência “pacifista” entre as duas raças. Entre aspas, pois com a chegada de Bill, serão feitas muitas descobertas e segredos serão revelados. Arrepiante!

Finalmente Famosa (Mayra Dias Gomes): O livro narra a história da estrela Sophia Young, uma atriz de cinema que enfrenta o fracasso após um escândalo envolvendo o ex – marido. Após sair da prisão, ela vai morar em um prédio na calçada da fama que abrigou artistas do cinema mudo e dizem ser mal – assombrado. Sou muito fã da Mayra desde a adolescência e fiquei muito feliz de vê-la seguindo o caminho do terror. Li FF muito rápido, a história é muito bem estruturada, envolvente e sinistra. É uma narrativa viciante. Mayra se inspirou em um caso real, envolvendo o assassinato de sua vizinha e visitou lugares mal – assombrados de Los Angeles para construir a história. Lembro que quando terminei o livro, fiquei dividida entre o êxtase e o choque, foi surpreendente! Já estou aguardando os próximos livros de Mayra e sonhando ( por que não?) com uma possível adaptação. O livro daria um ótimo filme! De todos os livros, esse é o mais assustador, principalmente por conta do flerte com a realidade envolvendo a inspiração e as pesquisas para o livro. Mayra têm histórias sinistras de bastidores de assustar até descrente.

Maya Fox (A Predestinada) de Silvia Brena e Iginio Strafii: Esse livro conta a história de Maya Fox, adolescente gótica e revoltada, que perdeu o pai, tem uma difícil relação com a mãe e tem o dom de conversar com os mortos. No decorrer da história, descobrimos que um serial killer está atrás dela e uma poderosa profecia que anuncia o fim de 2012, coloca o mundo em perigo. Maya terá que correr contra o tempo, uma ameaça fantasma e todos os problemas comuns da adolescência. Para mim esse livro era uma duologia, mas pesquisando para esse post, descobri que se trata de uma trilogia. Li algumas resenhas que teve uma galera que não curtiu o livro, mas apesar de nem terminado o segundo ainda, achei o primeiro MUITO bom. Tem uma premissa boba, mas a narrativa é gostosa e devorei o livro muito rápido. A história tem um clima dark muito forte, por causa do clima de fim do mundo e da própria personagem. Definiria como uma leitura creepy. Mesmo com um universo adolescente como fundo, o livro aborda reflexões muito bacanas sobre amor e perdão.

Formaturas Infernais é um livro de contos com a participação de Meg Cabot, Stephenie Meyer, Michele Jaffe, Kim Harisson e Lauren Myracle. Todo mundo já deve ter ouvido falar dessa antologia de contos que fez bastante sucesso naquela onda de livros sobrenaturais que surgiu em 2010 (sdds). O livro é incrível, acredito que deve ser o melhor dessas coleções infernais. Tem de tudo um pouco: universo adolescente, comédia, suspense, mistério e muito terror. O livro tem uma narrativa fluída e é beeem dark. O meu conto favorito é o mais assustador sem dúvidas! Estou falando de O buquê da Lauren Myracle. Li uma vez que o conto foi inspirado em A pata do macaco de W. W. Jacobs. Ele é simplesmente assustador e MUITO dark. Ao lado de Finalmente Famosa, o conto entra para a lista dos mais assustadores. Também sou muito fã de A filha da exterminadora da Meg Cabot que tem uma linguagem super gostosa, tem muito a cara da Meg que vai da comédia ao sobrenatural de forma surpreendente. O conto poderia fácil fácil virar série de livros. Sonho antigo! Inferno na terra da Stephenie Meyer é surpreendente e assustador, nunca imaginei que ela escrevesse algo no estilo. Para o padrão Meyer, o conto é bem dark. Também amei Salada mista da Michelle Jaffe, tem um clima de “tudo pode acabar”, espionagem e mistério que amei demais. Esse livro está super recomendado e não se engane com a “capa jovem”, porque surpreende muito.

A canção do súcubo (Richelle Mead) é a série de livros da Richelle menos famosa, mas tão boa quando Vampire Academy. O livro narra a história de Georgina Kincaid, uma súcubo que trabalha em uma Livraria e é fã do escritor Seth Mortensen, mas não pode tocá-lo, pois  senão… é vocês sabem. Apesar de ser um livro dark, a leitura é divertida por conta da personagem e sexy, é claro. Como ela é uma súcubo, o livro tem muitas passagens eróticas e apesar de não curtir o gênero, as cenas são coerentes com o universo da história. O livro tem uma linguagem muito gostosa e envolvente. É uma daquelas séries sobrenaturais que quando a gente menos percebe está viciado. Tenho todos os 6 livros, mas ainda não tive coragem de terminar, porque sou muito apaixonada pelos personagens

Dezesseis Luas (Beautiful Creatures #1) da Kami Garcia e Margaret Stohl: Esse é o primeiro livro da série que narra a história de Ethan, que vive em uma pequena cidade do sul nos Estados Unidos e é perturbado por sonhos estranhos desde que perdeu a mãe. Seu pai se isolou do mundo após a perda e sua vida muda por completo, quando Lena Duchannes chega na cidade. Ela é uma adolescente sombria que luta contra uma maldição que cerca a sua família e é claro que os dois vão se apaixonar. Essa é uma das minhas séries favoritas e é repleta de criaturas sobrenaturais e uma mitologia maravilhosa e inovadora. O livro é VICIANTE e a história super envolvente. A série conta com 4 livros, acho que 1 spin off e lançaram um filme que foi inspirado na série. Só que o filme é ruim, mudou completamente a história, foge da narrativa e não indico para ninguém. BC é o tipo de saga que poderia ser adaptada para série do Netflix. O livro é muito dark e fala de um universo que amo: magia ❤

Espero que tenham curtido o post e o meu retorno! Vocês já leram algum desses livros? Me contem nos comentários o que acharam. Se vocês curtirem, posso fazer post de cada um desses livros em breve. Nos vemos no próximo post 🙂

Beijos,

Ju.