5 contos para ler no dia das bruxas · 5 contos para ler no dia das bruxas {Mês Especial do Halloween} · Amazon · Contos · H. P. Lovecraft · Halloween · Lauren Myracle · Mês Especial do Halloween · Mistério · Misticismo · Monique Lavra · Terror · [C. A. Saltoris] · [Stephen King]

5 contos para ler no dia das bruxas {Mês Especial do Halloween}

No Mês Especial de Halloween, não pode faltar contos de terror para ler na data mais mágica e assombrada do ano. Pensando nisso, fiz uma lista com 5 contos de terror que vocês precisam ler para entrar no clima dark. Tem literatura nacional, terror psicológico e muitos elementos sombrios. Partiu para o nosso top 5?

51b3syhEmfL._SY346_Sacrifício (Monique Lavra) – O conto de Monique Lavra é um terror psicológico que adquiri na Amazon e narra a história de Gabriel, um rapaz que busca abrigo em um pequeno hotel de beira de estrada em uma noite de tempestade. Ele é recebido muito bem, todos são muito gentis, até que o ponteiro do relógio marca meia – noite. A história é surpreendente, a trama é muito bem estruturada e apesar do gênero fantasioso, o conto passa a ideia de realidade muito forte. Adorei que o conto possui um hotel sinistro como cenário, como fã de Stephen King, essa construção ajudou a criar a atmosfera e clima necessário. Fiquei chocada com o rumo dos acontecimentos, o conto não é previsível e tem um final arrebatador. O conto é surreal e tem tudo a ver com o Halloween.

114200271SZ

1408 (Stephen King) – É claro que não poderia faltar Stephen King nessa lista, né? Eu costumo dizer para quem quer ler Stephen King ou quem não curtiu as histórias dele, para ler algum conto do autor. 1408 é um conto que faz parte do livro Tudo é eventual e enquanto no romance, Stephen é mais adepto de um desenrolar mais demorado, seus contos são mais climáticos e surreais. 1408 conta a história de Mike, um escritor de livros de terror que não teme o sobrenatural e decide se arriscar no quarto de um hotel que dizem ser assombrado e todas as pessoas que se hospedaram lá, morreram. O conto é incrível, muito bem escrito e é perfeita a forma como Stephen King criou a atmosfera que contribui muito para o grande finale. É uma verdadeira montanha russa de emoções que vai deixar a sua noite de Halloween super eletrizante.

hplovecraftA cor que caiu do espaço (H. P. Lovecraft) – A cor que caiu do espaço foi o meu primeiro contato com Lovecraft e é um dos contos mais incríveis que já li em toda a minha vida. Nesse conto, vamos nos deparar com a história de um vilarejo a oeste de Arkham no qual um meteoro acaba caindo e destruindo a flora e a fauna do local levando os moradores ~ literalmente ~ a loucura. Lovecraft constrói a atmosfera de uma forma incrível e acredito que essa deve ser uma das suas maiores qualidades. Ele dá uma verdadeira aula de construção e clima de atmosfera no cenário. O conto é um horror cósmico e fiquei completamente envolvida com a leitura. E apesar de ter lido de dia, isso não me impediu nenhum pouco de sentir medo e ficar agoniada. Para quem busca um clima dark e muita ficção científica, o conto é um ótimo pedido.

AS_CORES_DO_ALEM__1431367385449693SK1431367385B

As cores do além (C. A. Saltoris) – C. A. Saltoris é uma das minhas autoras favoritas e tem o dom de escrever histórias macabras que mexem bastante com o nosso psicológico. As cores do além conta a história de Joshua Morris, um jovem cineasta com um futuro promissor e muita imaginação. No dia 31 de outubro, ele decide pernoitar na locação do seu próximo filme: um parque de diversões abandonado. Ao acordar, ele é surpreendido pela morte… e suas cores. A criação de elementos no conto é fantástico. A forma como Saltoris coloca ficção com realidade e cria metáforas através disso é feita com muita riqueza. Ainda por cima, a história se passa no dia das bruxas. Quer coisa melhor? Eletrizante e macabro, vocês não vão se decepcionar. É um conto perfeito para ler no dia das bruxas.

download

O buquê (Lauren Miracle) – O conto faz parte do livro Formaturas Infernais com diversos autores e é uma adaptação e inspirado no conto A pata do macaco de W. W. Jacobs. O conto conta a história de Frankie, uma adolescente que as vésperas do baile de primavera da escola, quer descobrir se o seu amor pelo melhor amigo Will é recíproco. Ela decide consultar a Madame Zanzibar e encontra um buquê com flores murchas e é avisada que pode pedir 3 desejos. Mas precisa ter muito cuidado com eles. A garota faz o pedido e a forma como a história se desenrola é surreal. O conto é eletrizante, muito bem construído e tem um plot twist incrível. Acho que é um dos contos mais uou que já li em toda a minha vida. É uma super pedida no Halloween e aposto que vai tirar o sono de vocês no dia das bruxas.

E vocês, tem algum conto de terror para me indicar? Quais contos que não podem faltar no Halloween? Me contem nos comentários que quero descobrir!

Um feriadão trevoso!

Mil beijos,

Ju

Anúncios
Autoajuda · Brida (Paulo Coelho) · Editora Planeta · Misticismo · Paulo Coelho · Resenhas · [Editora Rocco] · [Literatura] · [Livros]

Brida (Paulo Coelho)

Cresci lendo as colunas do Paulo Coelho em jornais e pessoas viviam me indicando os seus livros quando descobriam que era devoradora de livros. Eu cresci, nunca li e ouvia muitos comentários sobre as obras do Paulo Coelho. Alguns anos atrás, me deram um exemplar de Brida bem velhinho, com a capa antiga ainda e bateu AQUELA vontade de ler. Enrolei um pouco por causa do TCC, mas no mês passado criei coragem e li. Não poderia ter feito coisa melhor!

O livro conta a trajetória de Brida, uma jovem Irlandesa de 21 anos  que deseja encontrar seu lugar no mundo. Brida está em um processo para se encontrar e quer aprender mais sobre a magia e a wicca. Ela procura o mago de folk, um homem misterioso e respeitado como sábio que a aceita como discípula. No decorrer da narrativa, a personagem descobre que precisa passar por muitos obstáculos e superar os seus medos. O mago explica a garota, que a magia pode ser ensinada através da tradição do sol e da tradição da lua.

Acompanhamos o crescimento da personagem ao descobrir a sua identidade. Brida se encontra na wicca com a ajuda do mago. Juntos, eles aprendem muitas coisas e acabam ensinando um ao outro, coisas que haviam esquecido.

Tenho muitas coisas para falar sobre esse livro e a primeira é que a minha experiência com essa história foi incrível. O livro superou as minhas expectativas. Sempre tive muito receio com literatura de autoajuda e não vou negar, julguei muito. Mas se alguém, algum dia me dissesse que em 2017 leria um dos maiores autores de autoajuda que existe e me tornaria fã dele, riria na cara dessa pessoa. Só que as coisas mudam e como mudam…

Primeiro preciso dizer que o leitor pode ler Brida de diversas formas, assim como fiz. Primeiro como leitora, aberta para a criação de Paulo Coelho, sua ficção, ensinamentos sobre a wicca e lições de autoajuda. Segunda como uma autora de fantasia/ mística; Paulo não cria uma mitologia, mas é interessante como ele conecta a magia a trama, de uma forma que a torna crível para a história, sem soar clichê ou falso. Terceiro como admirador da wicca/ wiccano; eu não sou wicca e desconheço a religião, mas foi bacana ler a respeito, saber mais sobre as tradições do sol e da lua, sobre os rituais e sobre como tudo na vida é importante. O que fazemos aqui, o quanto nos doamos pelas pessoas que amamos, pelas pessoas que ajudamos e etc, tudo isso é válido como experiência e conta muito se você quer encontrar o seu lugar no mundo. Se você se encaixa em alguma dessas opções, acredito que terá uma experiência muito bacana com Brida.

Terminei de ler Brida muito rápido e lamentei muito, porque é aquele tipo de livro que você não quer acabar. A leitura é envolvente, gostosa e o vocabulário do autor e sua linguagem são bem simples, mas que DE forma alguma diminua sua importância. Pelo contrário, isso a torna mais aberta. As mensagens que Brida passa podem não ser novas, pode estar escrito ou dito em algum lugar – como a bíblia – por exemplo, mas é incrível como Paulo consegue atrelar isso a trama de forma única. Sei que Brida não é o livro queridinho de quem curte as obras do escritor, mas mesmo sem ter lido suas outras obras, tenho um carinho imenso por Brida, já que foi o meu primeiro contato com o autor e que ensinou muito sobre literatura, vida, amor e sobre mim mesma. Brida carrega uma dose forte de misticismo, mas não é preciso ser religioso para ler. Só é necessário querer ouvir a história da personagem, que nada mais é do que a jornada do herói, do ser humano pela busca da sua identidade, para ter uma vida melhor e poder fazer a diferença, com boas ações. Para quem não sabe, Brida foi inspirada em uma bruxa que Paulo Coelho conheceu em suas andanças pela Irlanda. O livro foi um sucesso e também foi adaptado para a TV manchete em formato de novela nos anos 90.

Ler esse livro foi uma oportunidade incrível para quebrar preconceitos, iniciar uma nova jornada nesse gênero e por que não com os livros do autor? É um livro que sem dúvidas me transformou e trouxe muitas questões e pensamentos para a minha vida. Brida tem muito good vibes e me foi aquele livro que li feliz da vida, sabe? Trouxe aquele quentinho para o meu coração ❤ Já estou louca para ler O alquimista e o diário de um mago.

Apesar da foto do livro ser da Editora Planeta, li o exemplar da Editora Rocco. Esse da foto bem velhinho e que se tornou meu queridinho. 

E aí, curtiram o post? Não se esqueçam de comentar. Estou amando postar todos os dias, está sendo uma experiência fantástica para mim e espero que para vocês também ❤

Beijos,

Ju.

 

Apocalipse · Contos · Contos de Arrepio · Contos de Terror · Cultura Gótica · Dark · Dia das Bruxas · Fox Kids · Halloween · Maratona do Terror: Perdidos - Contos de Arrepio · Mês Especial do Halloween · Mistério · Misticismo · Nickelodeon · Resenhas · Se assuste comigo · Seja bem - vindo mês especial do Halloween · Serial Killer · Tags · TV · [A ficção vira realidade] · [Anos 90] · [Disney] · [Filmes] · [Leitores] · [Literatura] · [Livros] · [Músicas] · [Séries] · [Terror] · [Top]

Seja bem – vindo mês especial do Halloween

Ladies and Gentlemans, é com muita alegria que anuncio que está aberto o mês especial do Halloween *O*

Vocês sabem que essa é a minha época favorita do ano – não é a toa que me consideram a louca do dia das bruxas – e estou SUPER animada para todas as novidades e a programação especial desse mês!

Podem se preparar, pois teremos muitos posts e vídeos com direitos a filmes, séries, playlists, muitos livros, muita Maratona Do Terror: Perdidos – Contos de Arrepio – acá, o meu livro – e algumas surpresinhas ❤

Aproveita e vem junto comigo! Todos estão convidados para participar da programação especial do mês do dia das bruxas! Vem comigo 👻👽💀

Me sigam nas redes sociais para ficarem por dentro de tudo  🎃

Fanpage: https://www.facebook.com/julianaskwara/

Twitter: https://twitter.com/julianaskwara

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCXqNaSCObaNzawn8Uwd9LQw

Instagram: https://www.instagram.com/juskwara/

Snap: juskwara

 

 

 

99 fear street · A hora do arrepio · Clube do terror · Contos de Arrepio · Contos de Terror · Cultura Gótica · cultura pop · Dark · Fantasmas da rua do medo · Fear Street · Ficção Científica · Fox Kids · Ghosts of Fear Street · Goosebumps Horrorland · Goosebumps series 2000 · Halloween · Literatura Nacional · Mistério · Misticismo · Resenhas · Rua do Medo · Serial Killer · Sobrenatural · Teorias · Terror Psicológico · The Nightmare Room · Tudo o que gostaria de saber sobre The Haunting Hour · TV · Welcome to dead house · [ The Haunting Hour] · [Anos 90] · [Disney] · [Fantasmas à solta] · [Filmes] · [Goosebumps] · [Leitores] · [Literatura] · [Livros] · [R. L. Stine] · [Séries] · [Terror]

Tudo o que gostaria de saber sobre The Haunting Hour

Como todo mundo sabe, sou muito fã do R. L. Stine e depois de tirar férias com direito a Netflix, vim compartilhar com vocês uma das minhas séries favoritas.  Senhoras e senhores, apresento The Haunting Hour.

 The Hauntig Hour – A Série é um seriado americano de terror, com episódios de meia hora. O show estreou no canal The Hub nos Estados Unidos em 2010. Voltado para crianças e jovens, a trama é inspirada nas histórias de terror do Autor R. L. Stine. Cada episódio possui uma história diferente, alguns com continuações, outros não.

“A Floresta De Lovecraft “: um dos episódios mais assustadores e um dos melhores da série.

A série segue a mesma linha de A Hora do Arrepio (The Nightmare Room), seriado que passava no SBT em 1998 e é uma série publicada pela Editora Rocco, escrita pelo R. L. Stine. Nos episódios, forças ocultas e criaturas sobrenaturais envolvem as histórias cujo mistérios no final são revelados. A trama tem uma carga muito forte com lição de moral, assim como as outras obras do Stine – Goosebumps e Clube do Terror. The Haunting Hour foi reprisado recentemente pelo canal HBO Family e apresentou vários atores que começaram a carreira no programa, como Debby Ryan (do seriado Jessie) Dylan Minnette que curiosamente protagonizou o filme de Goosebumps em 2015 no papel do adolescente Zach Cooper.

Alguém conhece esse rapaz? Foto nos bastidores da gravação do episódio que Dylan participa.

Uma coisa muito comum na série são os atores participando de outros episódios e interpretando diferentes personagens, visto que a maioria dos episódios são independentes dos outros ( Dylan foi um desses). A série possui vários episódios inesquecíveis. Quem não se lembra da boneca psicótica em “Igual a você: parte 1 e parte 2”? Ou da pousada sinistra de “A Pousada dos Pesadelos”? A pousada dos pesadelos é um dos meus episódios favoritos ao lado do episódio “Vô Vampiro – parte 1 e 2”, que por sinal tem Christopher Lloyd – a lenda de De volta para o futuro – no papel do avô vampiro. Quase pirei quando descobri isso haha

Olha o Lloyd como vampiro *–*

Mas um dos melhores episódios e mais assustadores é sem dúvidas “A Floresta de Lovecraft” que é uma clara referência/ homenagem ao Escritor Lovecraft, um dos maiores escritores de horror que já existiu. O episódio é surreal e aborda um dos meus temas preferidos na ficção.  Outro episódio que me deixou assustada foi o “Espantalho” e o seu final destruidor. Juro que nunca imaginei um final daquele! Para ter uma ideia, a série produziu um final alternativo para esse episódio. E mesmo assim, nem em mil anos esperava que terminasse daquela forma. Foi chocante!

Apesar de seguir ideias semelhantes as “séries – irmãs” como: A hora do Arrepio, Clube Do Terror e Goosebumps, senti que The Haunting Hour flerta bem mais com Além da imaginação (The Twilight Zone) – série clássica de terror, sobrenatural e ficção cientifica da década de 50 que foi refilmada nos anos 2000 e exibida no SBT – só que para o público infantojuvenil, com finais repletos de reviravoltas e arrepios. R. L. Stine já confirmou em entrevistas que TTZ foi uma grande inspiração para as suas séries. Por conta disso, The Haunting Hour se tornou uma das minhas séries favoritas desde que descobri no youtube. Ah, a série foi filmada em Vancouver no Canadá e possui um visual de tirar o fôlego. Mais um motivo para assistir >.<

Se você curte enigmas, histórias eletrizantes e um bom conto de terror, assista The Haunting Hour! A série ainda está disponível no Netflix e tem três temporadas por lá. Especula-se de que em breve o Netflix vai passar a 4ª temporada.  Escute os meus conselhos e vá assistir! Garanto que a sua vida nunca mais vai ser a mesma.

P.s: Essa série foi uma das inspirações que tive para escrever Maratona Do Terror ❤

Clube do terror · Contos de Arrepio · Contos de Terror · Cultura Gótica · cultura pop · Dark · Dia das Bruxas · Ficção Científica · Halloween · Infantojuvenil · Literatura Nacional · Maratona do Terror: Perdidos - Contos de Arrepio · Mistério · Misticismo · Promoção Especial Sexta - Feira 13: Maratona Do Terror · Romance Policial · Serial Killer · Sobrenatural · Surrealismo mágico · Terror Psicológico · [Anos 90] · [Leitores] · [Literatura] · [Livros] · [Músicas] · [R. L. Stine] · [Séries] · [Sexta - Feira 13] · [Terror]

Promoção Especial Sexta – Feira 13: Maratona Do Terror

Olá Perdidos, tudo bem? Sei que ando sumidinha, mas com a volta das aulas da faculdade, trabalho e #NaNoWriMo (outro dia falarei sobre isso), fui engolida pelo furacão, mas voltei com muuuitas novidades legais!

A primeira delas é que vem aí a Sexta – Feira 13 e em comemoração, Maratona Do Terror: Perdidos – Contos de Arrepio vai estar em promoção por apenas R$ 25, 00 com frete incluso, vai autografado e ainda por cima, ganha marcador personalizado da caveirinha. A promoção vai rolar até a meia – noite do dia 13/ 11/ 2015 e aproveita para garantir o seu, porque são os últimos exemplares! Para comprar o seu, clique aqui.

E até o fim da semana, vou divulgar uma novidade de derrubar os forninhos, espero que curtam MUITO, pois estou muito animada ❤

Queria aproveitar e pedir para quem adquiriu o livro, me enviar uma foto com ele, pois vou abrir um álbum só com as fotos dos leitores e em breve, pretendo gravar o vídeo sobre o #NaNoWrimo ~ campeonato de escrita ~ explicando como está sendo a minha experiência e outro com leitura dramatizada de trechos de Maratona Do Terror. E aí, o que acham? Não precisam ficar preocupados, pois em breve volto. Aproveite e adicione Maratona Do Terror no Skoob e me faça feliz >.<

99 fear street · Clube do terror · Contos de Arrepio · Contos de Terror · Cultura Gótica · cultura pop · Dark · Dia das Bruxas · Editora Fundamento · Fantasmas da rua do medo · Fear Street · Ficção Científica · Fox Kids · Ghosts of Fear Street · Goosebumps Horrorland · Goosebumps series 2000 · Goosebumps: Monstros e Arrepios · Halloween · Infantojuvenil · Jogos Macabros · Lobisomens · Midnight Society · Mistério · Misticismo · Party Games · Rua do Medo · Serial Killer · Sobrenatural · Terror Psicológico · Trailer · Trailer de Goosebumps: Monstros e Arrepios · TV · Welcome to dead house · Zumbis · [Anos 90] · [Filmes] · [Goosebumps] · [Leitores] · [Literatura] · [Livros] · [R. L. Stine] · [Séries] · [Terror]

Trailer de Goosebumps: Monstros e Arrepios

Quem me conhece sabe que sou super fã do R. L. Stine e Goosebumps, que foi assunto várias vezes aqui. A adaptação da série Goosebumps publicada pela Editora Fundamento, cuja primeira temporada está disponível no Netflix, ficou famosa por causa da série que foi exibida na Fox Kids nos anos 90. R. L. Stine também é autor de Rua do medo e A hora do arrepio que também viraram séries. O filme tem Jack Black no elenco e estreia prevista para Outubro de 2015. Quem aí está ansioso? Eu tô contando os dias! Podemos comemorar, o terror e os anos 90 estão de volta!!!

Contos · Contos de Arrepio · Contos de Terror · Cultura Gótica · cultura pop · Dark · Dia das Bruxas · Ficção Científica · Halloween · Histórias de Detetives · Infantojuvenil · Literatura Nacional · Lobisomens · Maratona do Terror: Perdidos - Contos de Arrepio · Mistério · Misticismo · Resenhas · Sobrenatural · Terror Psicológico · Tudo sobre o meu livro Maratona do Terror: Perdidos Contos de Arrepio · Zumbis · [Disney] · [Leitores] · [Literatura] · [Livros] · [Terror]

Tudo sobre o meu livro “Maratona do Terror: Perdidos – Contos de Arrepio”

Quem me acompanha nas redes sociais, deve ter acompanhado a minha animação nos últimos tempos. Caso tenha caído de paraquedas em meu espaço, saiba que vazou a capa do meu primeiro livro. Na realidade, não era pra isso acontecer, a divulgação só seria feita em Agosto, mas como foi divulgado, achei justo apresentar a capa para os curiosos de plantão. Ontem, o Novos Escritores (site que como todo mundo sabe, faço parte) divulgou em primeira mão a capa oficial. Agora convido vocês a conhecerem o meu livro “Maratona do Terror: Perdidos – Contos de Arrepio”

 

Segue a sinopse do livro:

 “Esse livro é uma maratona de contos assustadores.

  Ele começa com a história de Lily, uma Estudante apaixonada por filmes de terror que faz de tudo para assistir à pré-estreia de um filme ao lado dos seus amigos em uma “Sexta-Feira 13”, conto inicial, e termina com a “A casa nº 7”, uma casa mal assombrada em que um casal tem o azar de se abrigar.

   Para viver essas e outras histórias aterrorizantes, não deixe de ler “Maratona do Terror: Perdidos – Contos de Arrepio”!

  Obs: Não leia à noite!”

 Quem é leitor do blog sabe que publicar um livro sempre foi meu grande sonho. Eu já falei sobre esse livro aqui em um post sobre curiosidades dele e contando como foi terminar de escrevê-lo, mas tudo começou em uma aula da Faculdade em que teríamos que criar contos. Eu escrevi vários e tive a ideia de reunir tudo em um livro. Maratona do Terror reúne não só contos de Terror, mas também de Fantasia, suspense, muuuuuuuuuuito Sobrenatural e Ficção Científica.

 E claro, vou aproveitar para convidar todos vocês para o lançamento que será realizado na Bienal do RJ 2015 no dia 6 de Setembro às 16 horas no Estande E19 (Estande da Qualis) no Pavilhão Azul. Estão todos convidados a participarem! Será um dia muito divertido *–*

 Em breve vou divulgar o link para a pré – venda, enquanto isso me sigam nas redes sociais em que atualizo as novidades 😀

 Site Oficial: https://julianaskwara.com/

 Twitter: https://twitter.com/juxrok

 Facebook: https://www.facebook.com/julianaskwara

 Instagram: https://instagram.com/juskwara/

 Snapchat: juskwara

 E-mail: rangeldeoliveira4@gmail.com

99 fear street · A hora do arrepio · Clube do terror · Contos de Arrepio · Contos de Terror · Cultura Gótica · cultura pop · Dark · Editora Fundamento · Fantasmas da rua do medo · Ghosts of Fear Street · Goosebumps Horrorland · Goosebumps series 2000 · Halloween · Infantojuvenil · Jogos Macabros · Lobisomens · Minhas coleções de livros do R. L. Stine · Mistério · Misticismo · Party Games · Rua do Medo · Serial Killer · Sobrenatural · Teen · Terror Psicológico · TV · Zumbis · [ The Haunting Hour] · [Anos 90] · [Crônicas] · [Editora Rocco] · [Filmes] · [Goosebumps] · [Leitores] · [Literatura] · [Livros] · [R. L. Stine] · [Terror]

Minhas coleções de livros do R. L. Stine #Parte1

 

Dizem que na vida todo mundo carrega um vício. Alguns chocolate, roupas e nos meu caso foram os livros. Ué, como assim foram? Bem, não escondo de ninguém que sempre fui apaixonada por livros e isso me fez comprar vários, alguns de forma impulsiva. Com o tempo, reparei que não era justo. Consegui me “desapegar” e doei alguns livros, dei, troquei, fiz sorteios e vendi. Cheguei a conclusão de que posso amar os livros, mas isso não significa que deva comprar sem parar e deixar largados na estante “só pra tirar foto” ou como dizem, “ostentar”. Meus livros diminuíram muito e agora posso dizer que não são mais um vício, mas sim uma paixão.

Ainda assim, me permiti cometer algumas loucuras hehe. Todo mundo é fã de alguém na vida. Seja na música, na tv ou na Literatura. Comigo, não podia ser diferente. Sempre que leio livros e acabo me apaixonando pela escrita do Autor, decido acompanhar as outras obras dele.  Hoje venho apresentar a minha coleção de livros de um dos Escritores que mais amo no universo, R. L. Stine ou Bob – como os fãs o chamam.  Pode não parecer, mas sou muito exigente com os livros. Tirando o R.L. Stine, também faço coleção dos livros da Agatha Christie, Stephen King, L. J. Smith, Paula Pimenta, Scott Westerfeld, Marian Keyes e J. K. Rowling. Se vocês toparem, faço outro post sobre as minhas outras coleções.

 

 

Draculaura fazendo companhia aos irmãos *–*

Meu interesse pelos livros do R. L. Stine começou com a série que acompanhava pela TV e os livros que tinham na Biblioteca e feirinha do colégio que estudava. Na época, não tinha dinheiro para comprar e costumava pegar emprestado da biblioteca e das amigas. Foi assim que acabei me apaixonando pela escrita instigante e viciante do Escritor. O que mais me impressionava é que apesar de escrever para crianças, os adultos também liam os seus livros e ficavam encantados. Acho que essa é a magia do livros, torná-los universais de forma que diferentes públicos se interessem por ele.

Passei praticamente a minha infância e adolescência inteira assistindo O Clube do Terror, Goosebumps e A hora do arrepio. Como falei em outro post, todas essa séries e mais The Haunting Hour – uma espécie de regravação de A hora do arrepio em 2010-  foram baseadas em seus livros. Alguns episódios podem até ser diferentes dos livros, mas 90 % segue o ritmo da história. O tempo passou, acabei parando de assistir, mas os livros dele nunca saíram do meu coração. E foi quando comecei a escrever os meus próprios livros  buscando Livros e Escritores que me inspiraram, fiz uma viagem no túnel do tempo e decidi começar a fazer coleção. Ah Juliana, mas são livros de criança! Não, não são. R. L. Stine tem fãs de todas as idades, é super popular nos Estados Unidos e também escreve livros para adultos, na mesma vibe de Stephen King.

Acho que o destino quis ajudar, porque em uma dessas trocas em que me desfiz de alguns livros, encontrei uma leitora que queria trocar os livros dele. Foi um sinal e a partir daí, comecei a caça aos livros de Bob. Infelizmente alguns títulos como Rua do Medo, Fantasmas à solta e A hora do arrepio foram publicados pela Rocco há muito tempo e não faço ideia se eles continuam publicando. Já os exemplares de Goosebumps são publicados pela Editora Fundamento. Resumindo: alguns comprei em sebos, troquei e ganhei de aniversário e sem ser no meu aniversário hahaah. O mais legal é que amigos costumam encontram os livros dele e logo vem me avisar. Adoro quando sou lembrada, isso é bem coisa de fã ❤

Sei que vocês devem pensar que a minha coleção é modesta, mas acreditem que estou fazendo de tudo pra adquirir mais títulos. Até já entrei em contato com donos de sebos pra vocês notarem o amor que tenho por essas séries. Também acabei fazendo muitas amizades com outros fãs, o que é ótimo. Apesar de R. L. Stine ser popular no Brasil é difícil entrar em contato com os fãs. A notícia boa é que recentemente foram públicados lá fora dois livros da Fear Street: Party Games e Don’t stay up late, ou melhor da Rua do Medo e estou torcendo para a Rocco publicá-los. Já perguntei para eles, mas a Editora ainda não me respondeu a respeito. R. L. Stine participou de um Evento de lançamento do livro na semana passada em Nova York, o que me fez ficar bem triste por não poder estar lá, mas quem sabe um dia? Sonhar não custa nada!

Para o texto não ficar mais longo, se vocês toparem, posso falar sobre os livros em futuros posts. E aí, topam? Outra notícia boa é Goosebumps vai virar filme com Jack Black. Pirei com a notícia ❤ Isso é ótimo para os livros e o R. L. Stine voltarem com força total! 2015 é um ótimo ano para ser fã de R. L. Stine hahaha

 

99 fear street · Clube do terror · Contos · Contos de Arrepio · Contos de Terror · Cultura Gótica · cultura pop · Dark · Editora Fundamento · Fantasmas · Fantasmas da rua do medo · Fear Street · Fox Kids · Ghosts of Fear Street · Goosebumps Horrorland · Goosebumps series 2000 · Halloween · Infantojuvenil · Jogos Macabros · Lobisomens · Mistério · Misticismo · Nickelodeon · Party Games · Rua do Medo · Serial Killer · Terror Psicológico · TV · [Anos 90] · [Crônicas] · [Direto do túnel do tempo: O mundo de Goosebumps] · [Goosebumps] · [Literatura] · [Livros] · [R. L. Stine] · [Séries] · [Terror]

Direto do túnel do tempo: O mundo de Goosebumps

Ser criança nos anos 90 significava curtir um monte de coisas legais como Sabrina, a Aprendiz de Feiticeira e séries baseadas nos livros do awesome Escritor R. L. Stine como Goosebumps. Uma das minhas maiores lembranças de quando criança era assistir e ler O Clube do Terror, HorrorlandGoosebumps  e A hora do arrepio. Se você foi criança nessa época, com toda certeza sabe do que estou falando >.<

 R. L. Stine é um Escritor que foi muito popular nos anos 90. Ele foi considerado a “J. K. Rowling” daquela década. Grande parte das suas séries de livros viraram série de TV – com exceção de A rua do medo que também amo. Com temáticas sombrias, suas histórias são cercadas pelo sobrenatural. Fantasmas, bruxas, lobisomens e psicopatas, R. L. Stine consegue fazer uma combinação perfeita de fantasia, sobrenatural e thriller de arrepiar os cabelos. Ao contrário do que muitos imaginam, apesar do público alvo de Bob – como os fãs o chamam – serem as crianças, ele também escreve para adultos como o livro Eye Candy que recentemente foi adaptado para a TV em formato de série pela MTV.

Além de ser fã do R. L. Stine, também o considero uma grande influência como Escritora. Adoro como as tramas dele se desenrolam, fugindo do óbvio e personagens clichês.  R. L. Stine consegue dar volta no leitor, surpreender e entregar um final instigante. Ele é um dos meus Escritores favoritos, tanto que faço coleção de seus livros.  O mais bacana é que apesar do livro ser editado por várias Editoras diferentes, as diagramações têm os climas dos livros e as capas são sensacionais, sombrias e desenhadas. Elas viraram referência a obra do Escritor.

O que mais me fascina em Goosebumps (Arrepios em Português e do ano de 1995) é que diferente de O Clube do Terror, os finais nem sempre têm lição de moral. Enquanto que no Clube temos um grupo de adolescentes se reunindo ao redor de uma fogueira para contar histórias assustadoras com uma lição de moral no final,  Goosebumps foge do óbvio e inova com finais e tramas bem arrepiantes. Alguns livros e episódios até achei que não são tão infantis. O próprio autor já contou em entrevistas que seus Editores pedem pra pegar mais pesado. Confesso que fiquei muito surpresa com tal declaração, já que grande parte das pessoas considera os livros infantis bobos e sem graça. Mas não se engane com R. L. Stine, suas histórias infantis assustam até mesmo adultos. E isso é sensacional! A obra de Bob é universal. Eu, vocês, seus irmãos ou filhos podemos ler a vontade. Ele consegue captar a alma dos leitores e escreve para todos os públicos. Quem não se lembra da música de abertura? É inesquecível!

                      

Essa é a minha coleção “O universo de R. L. Stine“. Sim, ela já aumentou e se vocês toparem, faço um post só sobre isso!

Recentemente descobri uma série de livros do Autor chamada “Fantasmas à solta” que meu namorado me presentou. Como ele sabe que sou muito fã, descobriu os livros por acaso em uma feirinha e não pensou duas vezes em me presentear. Diferente das outras séries, essa é uma continuação. Infelizmente não tenho o livro 1, mas mesmo assim isso não me impediu de ler e compreender a trama. Parece que “Fantasmas à solta” foi escrita nos anos 80 – como grande parte das outras – e foi um dos primeiros trabalhos do Bob. Foi ali que o autor começou a “fazer o seu nome”.

Há alguns meses também descobri uma série no Youtube chamada The Haunting Hour que foi inspirada nos livros do Autor. Essa série foi produzida recentemente – acredito que em 2006 ou 2010 – e sua essência é muito parecida com A hora do Arrepio e Goosebumps. Tem uns toques de O Clube do Terror, mas as tramas são bem sombrias. Se vocês toparem, posso fazer posts sobre cada uma das séries e os livros que tenho do Escritor. Como podem perceber, não vai ser nenhum sacrifício. Afinal fã nunca se cansa de falar de algo que curte ❤

De todas as séries, Goosebumps é que temos menos episódios no Youtube. Para a nossa felicidade, o NetflixDeus abençoe esse site – comprou várias séries de TV, inclusive a primeira temporada de Goosebumps que tem por lá. Eu claro que já assisti tudo, né? Meus episódios favoritos da primeira temporada são “Bem – vindo ao Acampamento dos Pesadelos” que tenho o livro e “Sorria e Morra” que é maravilhoso e podemos ver Ryan Gosling novinho atuando em uma das suas primeiras aparições na TV.  Já o meu livro favorito de Goosebumps é “O espantalho anda à meia – noite”

Aproveitem para assistir e deixem comentários pedindo para o site liberarem mais temporadas e episódios de uma das séries mais assustadoras dos anos 90.

Para quem curte terror, seja lá qual for a idade, essas séries são muito indicadas. Eu também adoro visitar o site oficial do R. L. Stine que é fantástico. Ele é super atualizado, com informações sobre lançamentos e curiosidades. O autor também é muito ativo no Twitter e super figura. Eu me divirto com os tuítes dele. Para vocês terem uma noção, sou tão fã do Autor que até criei um fã clube dele no Novos Escritores. E claro que os leitores estão super convidados a participarem *–*  Então, se você não conferiu, assistiu ou leu qualquer coisa do R. L. Stine, não perca tempo e corra para ficar por dentro.  O universo do R. L. Stine é definitivamente um caminho sem volta ❤