Dia das Bruxas · Halloween · Infantojuvenil · Lobisomens · O Clube do Terror · Sobrenatural · Terror Psicológico · The Nightmare Room · [ The Haunting Hour] · [A hora do Arrepio] · [Anos 90] · [Direto do túnel do tempo: O mundo de Goosebumps] · [Editora Rocco] · [Fantasmas à solta] · [Goosebumps] · [Halloween em noite de lua cheia] · [Leitores] · [Literatura] · [Livros] · [O Espantalho anda à meia - noite] · [R. L. Stine] · [Resenha] · [Séries] · [Terror] · [The Haunting Hour] · [Vampiros fantasmas e Bruxas]

Halloween em noite de lua cheia (A hora do Arrepio) – R. L. Stine

 Tristan acha seu novo professor, Sr. Delua, muito estranho.E está prestes a descobrir o quanto estranho ele é ao ser convidado a participar da sua festa de Haloween… onde todas as portas e janelas são trancadas com barras de ferro… E uivos de lobisomem ecoam por toda a casa!

Olá, sentiram a minha falta? Depois de um longo tempo longe por um turbilhão de motivos, estou aqui de volta com o primeiro post do ano *–* Desejo todos a vocês um BIG 2017 recheado de paz, saúde, amor, felicidades e luz. E como não poderia deixar de ser, mesmo enrolada com TCC e diversas outras coisas, trouxe um post sobre um livro super gostosinho de ler. E se preparem, porque vão ter mais posts durante a semana! Estou na reta final do meu tcc, mas decidi – para me distrair – aparecer por aqui e atualizar com os livros que já li e séries que venho assistindo. Vocês vão adorar as novidades que vamos ter esse ano *O*

A hora do Arrepio (The Nightmare Room) é uma série de livros do escritor R. L. Stine, que muitos de vocês devem conhecer. Stine é autor de Goosebumps, Rua do Medo, The Haunting Hour e Fantasmas à solta. Suas histórias também inspiraram a criação da série Clube do Terror (Midnight Society) que ficou muito famosa nos anos 90 e passava a tarde na TV Record. O autor tornou-se famoso, pois seus livros venderam mais de 300 milhões ao redor do mundo e por conta disso, entrou no guinness book. Antes de Harry Potter fazer história, R. L. Stine fez um marco na literatura.

 Suas séries faziam tanto sucesso que foram adaptadas para a TV e recentemente para o cinema. A série de A Hora do Arrepio passava nas tardes do SBT e contou apenas com 13 episódios. A série de livros teve 15 livros publicados, 11 desses sendo publicados pela Editora Rocco no Brasil. Halloween em noite de lua cheia é um dos meus favoritos da série e possui um episódio que vocês podem assistir no youtube (está no final do post). Grande parte dos livros da série foram adaptados para a tv e com isso, tiveram que mudar algumas coisas – o que é super comum nas adaptações -, mas a essência das histórias ainda são as mesmas.

 Se você nunca leu ou assistiu alguma coisa do universo do R. L. Stine, primeiro tem que entender que o R. L. Stine trabalha com terror psicológico e que escreve para o público infantojuvenil. Ele também têm livros de terror para adultos, mas seu público alvo maior são os teens. E essa é uma das características mais ricas de suas histórias. Nelas, vão encontrar escolas, famílias, crianças, casais de namorados, jogadores de basquete se envolvendo em várias aventuras com monstros, zumbis com muito terror. E claro, sem deixar a diversão de lado!

E em Halloween em noite de lua cheia não poderia ser diferente. Nessa história, temos uma turma de amigos: Rosa, Tristan, Ray e Bella que são convidados pelo misterioso professor Sr. Delua para a festa de Halloween na casa dele. O problema é que o professor é novo na escola e já parece ter uma implicância com esses alunos. Eles ficam mais ressabiados ainda ao descobrirem que os outros alunos da escola não foram convidados. Até o filho do Sr. Delua, Michael tenta convencê-los a não irem. Para completar, o lugar onde moram está sendo alvo de ataques de algum tipo de animal que vem assassinando os bichinhos de estimações da vizinhança. Mas os amigos resolvem não dar corda e acabam embarcando em uma noite misteriosa e cheia de reviravoltas.

O que notei – tanto na história quanto no episódio – é que as partes pesadas da história permaneceu, o que contribuiu para o clima soturno do livro. Mesmo escrevendo para o público infatojuvenil, Stine deixa o teor mais sombrio em suas histórias – sua marca registrada. Halloween assim como grande parte dos seus livros, possui um final intrigante e muito criativo. A leitura é leve, fluída e muito envolvente. É um livro em que é possível ler de uma vez só. Outro detalhe sobre a série é que foi muito influenciada por Twilight Zone com sobrenatural/ terror e ficção científica como tema. Mas isso aí é assunto pra outro post. 

Para a galera que curte terror psicológico com  uma linha mais leve para o público infantojuvenil, as histórias de R. L. Stine sempre serão uma ótima pedida. Assistam o episódio baseado no livro e não esqueçam de me contar o que acharam ❤

bruxas · Caça - fantasmas · Canal no youtube: Especial de Halloween sobre Maratona Do Terror · Comédia Sobrenatural · Contos de Arrepio · Especial Halloween · Halloween · Lobisomens · Maratona do Terror · Maratona do Terror: Perdidos - Contos de Arrepio · Mês Especial do Halloween · Mês Especial do Halloween: Semana Maratona Do Terror = Conto A Taverna · O Clube do Terror · Pré - Venda + 5 motivos para ler Maratona do Terror · Programação Especial do Halloween · Promoção Especial Sexta - Feira 13: Maratona Do Terror · Promoção Mês do Horror · Promoção Mês do Horror + Programação Especial do Halloween · Semana Maratona Do Terror · Vampiros · [ Abracadabra] · [A Bruxa de Monterrey] · [A Estrada da Noite] · [A ficção vira realidade: A Bruxa de Monterrey]

Seja bem – vindo mês especial do Halloween

Ladies and Gentlemans, é com muita alegria que anuncio que está aberto o mês especial do Halloween *O*

Vocês sabem que essa é a minha época favorita do ano – não é a toa que me consideram a louca do dia das bruxas – e estou SUPER animada para todas as novidades e a programação especial desse mês!

Podem se preparar, pois teremos muitos posts e vídeos com direitos a filmes, séries, playlists, muitos livros, muita Maratona Do Terror: Perdidos – Contos de Arrepio – acá, o meu livro – e algumas surpresinhas ❤

Aproveita e vem junto comigo! Todos estão convidados para participar da programação especial do mês do dia das bruxas! Vem comigo 👻👽💀

Me sigam nas redes sociais para ficarem por dentro de tudo  🎃

Fanpage: https://www.facebook.com/julianaskwara/

Twitter: https://twitter.com/julianaskwara

Youtube: https://www.youtube.com/channel/UCXqNaSCObaNzawn8Uwd9LQw

Instagram: https://www.instagram.com/juskwara/

Snap: juskwara

 

 

 

Editora Fundamento · Jack Black · Lançamento · O Clube do Terror · Sobrenatural · Trailer · Trailer de Goosebumps: Monstros e Arrepios · [A hora do Arrepio] · [Anos 90] · [Clube do Terror] · [Direto do túnel do tempo: O mundo de Goosebumps] · [Fantasmas à solta] · [Filmes] · [Goosebumps] · [Halloween em noite de lua cheia] · [Horrorland] · [Juliana Skwara] · [Leitores] · [Literatura] · [Livros] · [Netflix] · [R. L. Stine] · [Séries] · [Terror] · [The Haunting Hour]

Trailer de Goosebumps: Monstros e Arrepios

 Quem me conhece sabe que sou super fã do R. L. Stine e Goosebumps, que foi assunto várias vezes aqui. A adaptação da série Goosebumps publicada pela Editora Fundamento, cuja primeira temporada está disponível no Netflix, ficou famosa por causa da série que foi exibida na Fox Kids nos anos 90. R. L. Stine também é autor de Rua do medo e A hora do arrepio que também viraram séries. O filme tem Jack Black no elenco e estreia prevista para Outubro de 2015. Quem aí está ansioso? Eu tô contando os dias! Podemos comemorar, o terror e os anos 90 estão de volta!!!

Amy Lee · Anacrônico · Caça - fantasmas · Danny Elfman · década de 80 · Disk MTV · Florence + The Machine · Gotye · I predict a riot · indie rock · Kaiser Chiefs · loucura · Machado de Assis · O Clube do Terror · Os Simpsons · Paródias · Snoopy · Somebody That I Used To Know feat. Kimbra · Spectrum · Star Wars · Stay · Tag · Tim Burton · VH1 · Walk Away · What the water gaves me · Zapping Zone · [Agatha Christie] · [Doctor Who] · [Franz Ferdinand] · [Músicas] · [Oingo Boingo] · [Pitty] · [Pretty Little Liars] · [Tag]: Apaixonada por clipes

[Tag]: Apaixonada por clipes

Como boa consumidora de cultura pop é claro que sou viciada em músicas e como não podia deixar de ser, apaixonada por videoclipes. Passei grande parte da minha infância e adolescência assistindo Disk MTV, VH1, Zapping Zone e vários outros programas de videoclipes. Eles fazem parte da minha história e mesmo não sendo tão assídua como antigamente (afinal, antes não tinha o que fazer) ainda tento acompanhar a indústria musical intimamente. Meus clipes preferidos são aqueles que tem alguma historinha ou visual legal. Algumas músicas que gosto não tem clips legais e tem aquelas músicas favoritas que tem clipes sensacionais. E o post de hoje é dedicado a isso, meus clipes favoritos das canções que faz o meu coração bater mais rápido (e que escuto sem parar). Não vi a tag em nenhum, só foi uma coisa que surgiu na minha cabeça e decidi investir. Preparados? Então vamos lá!

( Resolvi separar em seis vídeos para o post não ficar enorme. Lembrando que amo todos da mesma forma)

 Sou apaixonada por coisas antigas como filmes, moda e livros. Não é à toa que a década de 80 é minha década preferida. Além disso, sou apaixonada por trens. Histórias que se passam em trens? Viro fã fácil! É esse o caso de Walk Away da banda Franz Ferdinand. Já falei deles aqui no blog, quem acompanha sabe que sou muito fã de Indie Rock e o Franz é uma das bandas que está no meu top favoritas. Walk Away tem uma história toda baseada em filmes antigos. É simplesmente encantador. Quase um mini filme! Dá play e se joga!

 Como disse anteriormente, sou MUITO fã dos anos 80. Grande parte da culpa é do meu pai que me viciou nas bandas, músicas, séries e filmes daquela época. A questão é que Oingo Boingo é uma das minhas bandas favoritas. Para quem não sabe, antes de serem uma banda de rock, eles eram um grupo de teatro que apresentava peças. Só que a coisa evoluiu de tal forma que viraram banda, mas mantendo as performances. Adicione isso, com o estilo  gótico suave a lá anos 80 e temos uma banda que poderia ter saído de algum filme do Tim Burton. No clipe de Stay, também tem uma história de fundo, pra lá de “Caça – Fantasmas”, meio “O Clube do Terror”. É um clip que casa muito bem com o estilo misterioso da música. Ah, outra curiosidade é que o vocalista da banda, o Danny Elfman, depois que a banda acabou, virou produtor musical e é o responsável pela produção musical dos filmes do Tim Burton (o que eu falei? *–*) e também é criação dele a abertura da série – desenho “Os Simpsons”(TANTANTANTANTAN, lembra?). Danny é considerado uma inspiração pela Cantora Amy Lee e por mim. O cara é um gênio, quero ser como ele quando crescer. Com direito aos carões bizarros!

  A Pitty é uma das minhas cantoras favoritas. Também já falei dela aqui no blog. Uma coisa comum em seus clipes é que retratam histórias. Isso é intencional, coisa da cantora que diz se divertir “atuando”. Se vocês procurarem vão achar vários clipes, mas na minha opinião, o mais sensacional é Anacrônico. Me lembro que quando estreou não parava de ouvir. Agora analisando, vejo que o tema “Loucura” sempre me interessou. Culpa de Pretty Little Liars e Machado de Assis! “É claro que somos as mesmas pessoas…”

  Kaiser Chiefs é outra banda Indie que está tatuada no meu coração. O som do grupo é delicioso e “I Predict a riot” têm duas versões de clipes. Essa e uma outra, mais recente. Mas é claro que escolhi o preto e branco com uma história que poderia muito ser escrito pela Agatha Christie, né? Acho que o clima antigo, preto e branco combina com a música que tem um quê de mistério e mágico. Amo até o último fio de cabelo ❤

 Sou apaixonada pelo Gotye e tenho muita admiração pelo conceito dos clipes e letra das suas músicas. Apesar de “Somebody That I Used To Know” (feat. Kimbra) não ter propriamente uma história, amo o visual do vídeo, que é todo colorido com formatos geométricos e fofo. A música fez tanto sucesso que tem várias versões, em desenho e filme, paródias de Doctor Who, Star Wars e Snoopy. Outra coisa que adoro nesse clipe é que a forma como os dois cantam e interagem dá um clima de conversa/ discussão/ dr da relação. Fora a letra de arrepiar, né?

  Se eu pudesse adicionaria todos os clipes da Florence + The Machine aqui. É uma das minhas bandas favoritas e quase todos os clipes tem uma história ou são incríveis. Fiquei na dúvida entre “Spectrum” e “What the water gaves me”, mas como o último é a banda gravando a música no estúdio, achei que Spectrum ganha nesse aspecto. O clipe de Spectrum é LACRADOR e tem um visual incrível. Todo aquele coro de vozes e os bailarinos dançando torna tudo tão bonito que é impossível não dar o braço a torcer para a banda. Se vocês quiserem, faço um post só pra eles. Florence merece todos os corações do universo ❤ Acho especialmente essa música muito mágica e me inspira muito a escrever. Poderosa é pouco para descrever a banda.

E aí, curtiram o post? Me digam aí, quais os clipes preferidos de vocês? Como a tag foi criada por mim, sintam-se a vontade para responder. Nunca vai faltar assunto quando se trata de boas músicas ❤