Diário de uma escritora outsider · [Crônicas] · [O Começo] · [PHPoemaDay] · [Poesia]

[#PHPoemADay] 1. O Começo

No meio desse ano, tive a oportunidade de participar do desafio #PhPoemADay que consistia em escrever uma vez por dia sobre um determinado assunto. O objetivo do desafio era fazer com que os escritores praticassem a escrita e como todo mundo sabe, sou uma louca por desafios e viciada em escrever e é óbvio que entrei na onda. O desafio está de volta e dessa vez com novos temas. Tive então uma ideia mirabolante, decidi adaptar ao meu jeitão. Como assim, você deve estar se perguntando. Grande parte da galera que está participando optou por escrever textos poéticos. Eu acho isso lindo, mas como não sou poética 24 horas e nem 365 dias, escolhi escrever à minha maneira.
O tema do primeiro dia é o começo. Eu poderia escrever várias coisas sobre o começo, mas não faria o menor sentido se não falasse sobre a minha maior paixão que é escrever. No início, eu era apenas uma leitora curiosa que não largava os livros. Eu lia praticamente de tudo e tinha um carinho especial por gibis. A Turma da Mônica, TV Colosso e a turma do Tio Patinhas me acompanharam durante muito tempo. Alguns anos depois, procurei em livros histórias que nunca foram contadas. Cheguei a me aproximar de alguns enredos que se aproximavam do que queria ler, mas poucos abordavam a necessidade que eu tinha de ler sobre mundos paralelos, bruxas e alienígenas. Até que um dia pensei em escrever sobre esses assuntos. Já que não tinha nenhum livro que saciasse a minha sede, eu poderia escrever e me divertir também com essas histórias.
E foi assim que nasceu a escritora, naquela máquina de escrever, narrando a história de uma heroína ruiva que precisava proteger a espada encantada. Mais Rei Arthur impossível! Essa história nunca chegou ao fim, mas esse foi só o começo de uma série de heróis imaginários, aventuras inventadas e monstros escondidos embaixo da cama. Desde então, eu não parei mais.

[Crônicas] · [Leitores] · [Livros] · [O Começo]

O começo

Tudo começou com uma garotinha que vivia lendo muitos livros.

Não satisfeita, achou que era hora de escrever histórias que gostaria de ler e que nunca viu em lugar nenhum.  E assim, surgiram as histórias, os personagens e novos mundos. Desde então, ela não parou mais.

E aqui estou eu com o meu primeiro site oficial como Escritora.  Senti que era hora de ter um cantinho só meu como a “contadora de histórias”.

Infelizmente não posso adiantar algumas coisas sobre o meu primeiro livro – sabe como é, com surpresa  é mais gostoso – mas muita calma nessa hora gafanhotos, tenham certeza de que essa espera valerá a pena.

Por enquanto é isso, vou voltar mais vezes para confabular com vocês. Mas sinto que chegou a hora das histórias ganharem vida, ou melhor, páginas.

Sonhem muito e voem o mais alto que puder,

Beijos,

Juliana Skwara