Saí do armário

Desde que entrei no meio literário com o Novos Escritores, muitas pessoas me perguntam o que escrevo. No início não fazia ideia do que dizer e quando soube, me senti insegura. Só agora notei que demorou para cair a ficha, para encontrar a minha voz, o meu clube.

Apesar de escrever poesia quando pequena, não sou do time dos poetas, mas me atrevi a fazer uma poesia sobre isso (levem como um texto rimado haha). Me poetizei e falei sobre a minha escrita. Deixo com vocês essa leitura.

Agora sim posso dizer: Prazer, esse é o meu lado Escritora.

Saí do armário

Sou dos becos escuros,

minha turma é a noite

os versos, as estrelas e as rimas.

Enquanto a maioria das pessoas são do dia,

desperto a noite,

quando a inspiração caminha.

Sou das bruxas, lobisomens e vampiros,

não vejo graça no normal,

seríamos ótimos amigos, 

mas a minha turma

é a dos excluídos. 

Alguns são levados a escrever

pelo amor e finais felizes.

Eu escrevo pelo estranho e o sobrenatural

que me fascinam e eletrizam.

Gosto do inusitado,

de não fazer sentido.

Para mim é o maior barato, 

esse é o meu caminho. 

Nem o dia a dia, 

nem a monotonia, 

nas entrelinhas,

são os mistérios que me guiam. 

Aprendi muito com a escrita,

uma delas é que o meu lugar são com os esquisitos, 

esse é o meu destino. 

Saí do armário,

chegou a hora de parar de deixar a escrita de lado.

Todas as coisas boas #PHpoemaday

Imagem

Azul da cor do céu,

Azul da cor dos seus olhos,

Azul da cor do mar,

Azul da cor das amizades,

Azul, a cor do amor,

Azul da cor dos sonhos.

Todas as coisas boas são azuis ❤

6º dia de . O tema de hoje é “azul”. Uma das cores mais incríveis do universo *—*

P.s: Mal entrei em um desafio de escrita e já pretendo participar de outro. Eu sou louca, só pode rs. Preparem-se!

Realidade X ficção #‎PHpoemaday‬

Imagem

Lá fora há pessoas que andam de um lado para o outro. Há caminhos, rotinas e carros que vem e vão.

Lá fora há esquinas, a violência e a inocência que nos espera.

Lá fora há planos, chefes, um trabalho e o sonho que não nos esquece.

Lá fora há a cidade que não para. Ela nunca dorme. A cidade tem vida própria. Tem que saber dominar ou ela vai te derrubar.

Ter a sensação de que temos a caneta na mão e só falta a criação.

A próxima rua será outra página,

um novo destino,

um rito,

um carinho.

Viver na angústia que alguma coisa aconteça e nos enlouqueça.

Alguns vivem na redoma,

outros em parede de plástico.

E você aí intacto.

E o tema do 5º dia de #‎PHpoemaday‬ é “Pela sua janela hoje”. Espero que vocês curtam os textos, estou adorando participar e mesmo enrolada com provas e trabalhos finais da faculdade, está sendo uma experiência incrível ❤

 

Que bom que você chegou ‪#‎PHpoemaday‬

 

Imagem

Nunca vou me esquecer daquele dia, em que o amor bateu na minha porta. Ele era mais baixo que eu e sorria de graça para mim. Desconfiada com tanta simpatia, dei um pulo para trás. Talvez fosse apenas só mais um carinha. Destemido, o rapaz não desistiu mesmo com os meus protestos e a minha cara amarrada. Ele continuou avançando, derrubou os meus muros e me fez acreditar nessa coisa chamada amor. Obstinado, conseguiu chegar no lugar mais longe e inacessível: o meu coração. Ele roubou as chaves e se sente a pessoa mais sortuda do mundo. Ele tem o sorriso mais bonito, o abraço mais quente nos dias de frio e me faz sentir esse gingado gostoso que parecem borboletas batendo asas dentro de mim. O amor me fez rir de piadas sem graça, exercitar a paciência, ouvir músicas ruins e me tornar uma pessoa melhor. Uma pessoa que não sabia que existia. E desde a sua chegada, nunca mais me senti sozinha. Então fica amor, me acompanha nessa jornada louca chamada vida até ficarmos velhinhos de cabelos brancos. Que bom que você chegou, amor!

 

É só deixar brilhar #‎PHpoeamaday‬

Imagem

Hoje quando acordei, o sol estava me esperando. Logo me animei. Não existe alguém mais apaixonado por um tempo bonito de sol, nuvens e verão como eu. As horas passaram, contratempos, provas, trabalho e o céu escureceu. Na mesma hora, meu coração murchou.  Nunca gostei de tempos nublados, sempre pareceram anúncios de coisas terríveis. Na minha cabeça, tempo nublado só combina com histórias de terror. Só que eu não esperava por mudanças e o tempo virou. Mesmo nublado, vieram boas notícias, amor e novas chances. Foi então que percebi que o céu pode até estar cinza, mas posso fazer o tempo mudar. O tempo pode até estar feio e ele ainda assim brilhar. E só querer!

Segundo dia do desafio [ ‪#‎PHpoeamaday‬] . O tema de hoje é “O céu de hoje”.  Espero que gostem, gafanhotos!

Quem eu sou #‎PHpoeamaday‬

Imagem

“Eu posso ficar dividida
Entre a calmaria e a batida
E algumas vezes não saber aonde chegar 
Mas sei que não existem duas
E sim apenas uma parte de mim
Sei também que meus pés podem flutuar
Desde que saiba equilibrar
Ler, escrever, pesquisar
Basta imaginar
Libertar a imaginação
E deixar as histórias entrarem em ação
Continuo com aquela cantiga
Sou tantas coisas
Músicas, escrita e poesia
Sou aquela que envolve e encanta
Prazer, sou Juliana”

Resolvi participar do desafio do projeto organizado por uma blogueira que se chama  ‪#‎PHpoeamaday‬ que envolve escrever em cada dia do mês sobre um determinado assunto. O tema do primeiro dia é “Auto retrato”. E aí, curtiram?