(You drive me) crazy · Clip · Mês Especial do Halloween · Nickelodeon · RuPaul · Sabrina vai à Austrália · Sabrina vai à Roma · Sabrina, aprendiz de Feiticeira · Sabrina, aprendiz de Feiticeira (Sabrina, The Teenage Witch) {Mês Especial do Halloween} · Sabrina, The Teenage Witch · Séries · Uncategorized · [Anos 90] · [Britney Spears]

Sabrina, aprendiz de Feiticeira (Sabrina, The Teenage Witch) {Mês Especial do Halloween}

90s34.png

Um dos meus programas favoritos quando criança era Sabrina, aprendiz de Feiticeira (Sabrina, the Teenage Witch), uma série dos anos 90 que girava em torno de Sabrina (interpretada por Melissa Joan Hart), uma adolescente que foi morar com suas tias Hilda e Zelda e o seu gato preto de estimação Salém. Em seu aniversário de 16 anos, as tias contam para Sabrina que ela na verdade é uma meia-bruxa, já que sua mãe é uma mortal e seu pai um bruxo. Sabrina então descobre que ficaria proibida de ver a própria mãe, pelo menos no início. Caso contrário, sua mãe se transformaria em uma bola de cera. No decorrer da série, acompanhamos Sabrina desenvolvendo os seus poderes mágicos, mas sempre se metendo em confusões e desastres. Com o passar do tempo, a personagem aprende a controlar o seu dom e a guardar o segredo.

A série foi inspirada nos quadrinhos da Archie Comics e foi ao ar nos anos 1996 até 2000 no canal ABC nos Estados Unidos e de 2000 até 2003 foi exibida no canal The WB. No Brasil, a série foi exibida pelos canais Nickelodeon, Rede Globo, Rede Record e a versão do desenho animado pelo SBT.

O que mais chamava atenção na série eram os personagens carismáticos, como Salém, o gato falante que era um homem que foi condenado a passar 100 anos como um gato, pois tentou dominar o mundo. Ele era responsável pelas partes mais divertidas da série e se tornou um símbolo do programa.

Outro detalhe que eu amava é que Sabrina era uma adolescente comum. Ela adorava sair com as amigas Jennifer e Valerie, era louca por festas, namorava o Harvey e usava sua mágica para coisas super divertidas como trocar de roupa, ficar testando combinações ou aprontar com a Libby, que era seu desafeto na escola e rendia várias situações engraçadas. Como se esquecer das cenas hilárias com o diretor da escola, o Sr. Wilard Fraft e o professor Eugene? Sabrina apesar de boa aluna, era a típica aluna que dava dor de cabeça para os seus professores por conta das confusões que arranjava haha. A série tinha uma vibe muito gostosinha, porque envolvia várias combinações diferentes como magia, comédia, romance e muita diversão. Para completar, a série – assim como nos quadrinhos – tinha uma mitologia própria para explicar a magia e o universo mágico. Achava incrível o armário da casa delas ser um portal para o mundo mágico. E a criação de um mundo mágico dentro da própria história, como um universo paralelo é genial. Na maioria das vezes em que a magia é abordada em histórias, ela é inserida no mundo real – o que é muito bacana também – mas é interessante ver outros lados. Essa sacada já foi utilizada em Harry Potter e em Lugar Nenhum, de Neil Gaiman. A série possui episódios especiais de Halloween que são super divertidos. A Melissa é uma atriz que tem uma afinidade com a comédia, muito carismática e isso ajudou a série a fazer um sucesso estrondoso. Tanto que a série originou vários filmes paralelos como Sabrina vai à Roma e Sabrina vai à Austrália que são tão maravilhosos quanto o programa. Assim como Buffy, Sabrina é mãe de muitas outras séries. Eu por exemplo, vejo muitos paralelos entre ela e Os Feiticeiros de Waverly Place. Imagina um crossover? Seria fantástico!

A série também é conhecida pelas várias participações especiais de famosos no sitcom. Sabrina fazia muito sucesso e era muito comum ver estrelas da música e do cinema fazendo participações. RuPaul é um exemplo. Na época, ele tinha um talk show e estava começando a fazer sucesso na televisão. Foi assim que em 1997, o ator foi convidado para fazer uma participação na série. E o mais maravilhoso é que RuPaul apareceu vestido como mulher e homem, fazendo parte do conselho de Bruxos, que tenta ajudar Sabrina com um penteado. Considero o episódio em que ele aparece um dos mais divertidos. É um dos meus favoritos e marcou a minha infância. Apesar do reality show dele fazer muito sucesso atualmente, foi nos anos 90 que o ator estourou e era figurinha marcada em várias produções de sucesso.

Como não se lembrar da participação da diva princesinha do pop Britney Spears? Eu dei várias surtadas na época, porque né gente é a Neide ❤ Na época em que Brit apareceu, suas músicas estavam bombando e um tempo depois, quem aparece no clipe (You drive me) crazy da cantora? Isso mesmo, nossa Sabrina retribuindo a parceria que deu MUITO certo.

A série chegou no final nos anos 2000 depois de 7 temporadas, com Sabrina já adulta, na faculdade e trabalhando. A personagem quase casou, mas no final das contas chegou a conclusão que o amor da sua vida sempre foi o seu melhor amigo, o Harvey. Para a alegria do fandom que sempre torceu pelos dois juntos!

sabris.gif

Introduções feitas (vai que você não nasceu nos anos 90 e perdeu essa série divertida), vamos as curiosidades sobre a série:

roupas.gif

# Sabrina é uma meia-bruxa porque seu pai é bruxo e sua mãe é mortal, o que explica o fato de seus poderes terem aparecidos somente aos 16 anos. Bruxos normalmente já nascem com poderes, como foi o caso do pai da protagonista e suas tias.

# Sabrina nasceu no dia 22 de abril de 1981.

#A atriz Michelle Beaudoin que interpretava Jennifer, a amiga nerd de Sabrina nunca soube o motivo pelo qual a sua personagem foi retirada da série. Ela permaneceu na primeira temporada, mas na segunda sua personagem sumiu misteriosamente e nada foi dito sobre sua saída. Esse é um dos maiores mistérios da série. Ninguém sabe explicar isso. Quem acompanhou ou acompanha a série, sabe que em nenhum momento explicam o que acontece com a Jennifer e logo em seguida, outra personagem é inserida na série como amiga da Sabrina. Que no caso é a Valerie, interpretada por Lindsay Sloane.

# O CEP da casa de Sabrina na cidade fictícia de Westbridge é 01970. Este é o mesmo CEP de Salém, Massachusetts, conhecida como a cidade das bruxas.

# Como falei anteriormente, Britney Spears fez participação especial na série e cantou (You Drive Me) Crazy em um dos episódios. A coincidência é que Melissa Joan Hart já fez um filme chamado Drive Me Crazy e também participou do clipe dessa música da princesa do pop. Mais que migas, friends ❤

# Na sala de estar do dormitório da faculdade de Sabrina tem uma placa de rua em que lemos Ashmont Terrace. Ashmont é a empresa que William Asher e Elizabeth Montgomery tinham  nas últimas temporadas de A Feiticeira.

# A prima chata de Sabrina, Amanda, era interpretada pela irmã mais nova de Melissa Joan Hart, a atriz Emily Hart.

# Sabrina e Salém são os únicos personagens da série a aparecer em todos os episódios do show.

# A série se encerrou com uma música da banda No Doubt chamada Running.

# Emily Hart é a única atriz convidada a participar de todas as temporadas da série e o sétimo ano é o único no qual ela faz duas participações especiais.

# Beth Broderick afirmou que seu personagem, Zelda, não tinha mais história e não poderia mais evoluir. Por isso ela deixa o elenco de Sabrina no final da sexta temporada.

# Bumper Robinson interpretou dois personagens em Sabrina: Clifford Weaver na primeira temporada e James em vários episódios da sétima temporada.

# Toda família de bruxos tem um segredo. No caso da família de Sabrina, os Spellman, todos os membros têm um irmão gêmeo.

A série se tornou um marco na TV, tanto para o público jovem quanto para o universo das séries fantasiosas e recentemente fomos surpreendidos com a notícia de que existe a pequena possibilidade de um reboot de Sabrina, aprendiz de feiticeira em uma versão mais terror com Dove Cameron na pele da personagem principal. O reboot seria um crossover de Riverdale, que faz parte do mesmo universo (da Archie Comics) que a trama de Sabrina e eu não sabia. 

Para a galera que procura algo mais leve, tem medo de terror e quer assistir algo mais light no Halloween, pode assistir Sabrina sem medo que é garantia de diversão na certa. Sabrina fez história e tenho certeza de que não importa a sua idade, essa bruxinha vai te arrancar muitas gargalhadas.  Infelizmente é muito difícil encontrar episódios da série pela internet, ainda existem alguns perdidos no youtube, mas a sua grande maioria foi retirado. Que tal lembrarmos a Netflix disso? Já pensou que mágico seria ter Sabrina na grade?

Espero que tenham gostado do post, ele é muito especial para mim, visto que Sabrina é uma das maiores referências na minha vida e significa muito para mim. E vocês já assistiram? Já ouviram falar? Contem nos comentários e se você ainda não conhece, acho que está na hora de mudar isso.

Beijos,

Ju.

P.s: As curiosidades que encontrei sobre Sabrina são originalmente de um site, mas como formatei o computador, perdi o endereço e acho que foi desativado =/. Se alguém conhecer quem postou, por favor me passe o endereço nos comentários para poder creditar aqui. Muito obrigada ❤

 

Anúncios
Castelo do Medo · Lobisomens · Nickelodeon · Resenhas · Sobrenatural · The Boy Who Cried Werewolf · TV · Victoria Justice · [Filmes] · [Terror] · [Vampiros

Castelo do Medo

Em Castelo do Medo, depois de passar por alguns problemas financeiros, a família Sands descobre que herdou um antigo castelo na Romênia. Sem melhores opções, David e seus filhos, Hunter e Jordan, se mudam para a misteriosa cidade de Wolfsberge. Isto é extremamente excitante para o filho mais novo que é obcecado por monstros. E ele não irá se desapontar. A partir daí algumas coisas começam a se transformar na família, principalmente com sua filha mais velha, Jordan Sands.

 

Estrelado por Victoria Justice e produzido pela Nickelodeon, Castelo do Medo (The Boy Who Cried Werewolf  no título original) conta a história da família Sands que é liderada pelo pai, David e passa por problemas financeiros. Ele tem dois filhos: Hunter e Jordan. O primeiro é o mais novo e viciado em terror, ocultismo e seres sobrenaturais, enquanto Jordan é a típica filha certinha, nerd, vegetariana e tem uma queda pelo cara mais popular da escola. Clichê, eu sei. Desde a morte da mãe, Jordan vem ajudando o pai com os afazeres domésticos e cuidando do irmão. Só que além dos problemas financeiros, David enfrenta outra adversidade. Por conta do comportamento de Hunter que anda sem limites  e fazendo várias pegadinhas na escola, ele vem tendo dor de cabeça para impor regras ao filho. Hunter não se conformou com a morte da mãe e nem aceita que seu pai siga em frente. Porém tudo muda quando um homem misterioso deixa um envelope na frente da casa da família e muda suas vidas.

Acontece que a mãe das crianças recebeu uma herança que por consequência é deles. A família Sands descobre que herdaram um antigo castelo na Romênia, na misteriosa cidade de Wolfsberge e partem para o lugar dispostos a descobrir mais sobre suas raízes. O castelo pertencia ao Tio avô Dragomir, que faleceu em um acidente. Desde a sua morte, o local é cuidado pela Madame Varcolac que era braço direito dele.

Não é porque não acredita que não é verdade

Lançado em 2010 – (o filme faz parte de uma série de séries e filmes que surgiram no boom do sobrenatural no ano de 2010. Esse ano rendeu uma safra muito boa. Vamos falar disso em outro post.) – o filme tem uma pegada sombria, dark e é repleto de mistérios e enigmas. O visual da história é lindo, as produções da Nick nunca decepcionam. P.s: Eles são um dos meus canais favoritos. 

Assim que chegam ao lugar, Hunter e Jordan percebem que tem algo errado naquele castelo. Hunter descobre que chegaram na época do Festival Wolfsberge Moonlight Mania, época em que a fera de Wolfsberge aparece para os espectadores em uma noite de lua cheia. O garoto se amarra na ideia e se envolve em várias confusões ao lado da irmã que também não fica atrás, já que está entediada longe das amigas e da sua rotina. Para completar, a governanta é sinistra, eles escutam uivos o tempo todo e o castelo parece esconder muitos segredos.

A força do bando está no lobo e a força do lobo está no bando

O que a família Sands não sabia é que algumas pessoas estavam de olho no lugar. Como a imobiliária Paulina que demonstra interesse em David, o que Hunter não curte nem um pouco. A família fica dividida entre retornar para a cidade de origem ou permanecer na Romênia. No decorrer do filme, Hunter e Jordan descobrem que sua família têm muitos segredos, que o sobrenatural existe e que precisam lutar pelos campos de Wolfsberge, se quiserem que a luta do seu Tio Dragomir não tenha sido em vão. Eles compreendem que a fera de Wolfsberge não é apenas folclore local e uma guerra entre vampiros e lobisomens se inicia.

Apesar da temática sombria, a história também é muito divertida com direito a momentos engraçados, principalmente com os irmãos que se envolvem em muitas  aventuras. A Madame Varcolac  também rende momentos super divertidos na trama. A personagem dela é incrível! Eu não conseguia parar de rir quando descobri que o toque de celular dela era Hit me baby one more time da Britney Spears. Adoro músicas pops em filmes sobrenaturais haha  Aliás, Castelo do Medo é cheio de referências a cultura pop!

Castelo do Medo é um filme para todas as idades e muito leve. Se estiver interesse em assistir, corre que o filme ainda está disponível no Netflix.  O filme é perfeito para aqueles momentos sessão da tarde que você está afim de assistir um filme para se divertir. Coloca a pipoca no microondas e se joga.

 

Curiosidades sobre o filme:

– O nome da Madame Varcolac tem como origem a palavra romena “vârcolac”, que significa lobisomem.

– Enquanto pesquisava sobre o filme para esse post, descobri que a atriz que interpreta a Madame Varcolac é a Brooke Shields. A Brooke!!! A eterna mocinha de lagoa azul!!! Fiquei chocada. Ela atuou tão bem e está tão bem caracterizada que nem reconheci. Chocadaney!!!

– A Victoria Justice gravou a música Not Somebody Else que faz parte especialmente da trilha sonora do filme. Para ouvir, clique aqui.

– No final do filme tem um extra super engraçado que vão adorar. Assiste o filme até o fim, não dá pause e nem tira antes de dar umas boas gargalhadas com a “surpresinha”.